Perícia investiga morte de eletricista na Maxion de Cruzeiro

Fábrica e Polícia Civil apuram causa do acidente; funcionário morreu durante manutenção de máquina

Camilo Diniz, vítima de acidente na Maxion em Cruzeiro; empresa investiga caso (Foto: Reprodução)

Lucas Barbosa
Cruzeiro

A direção da empresa Maxion anunciou na manhã desta quarta-feira (24) que abriu uma investigação interna para apurar a causa do acidente que levou a morte de um funcionário no dia anterior na fábrica de Cruzeiro. O trabalhador, que tinha 36 anos, morreu ao ser prensado enquanto realizava reparos em um maquinário.
De acordo com o Corpo de Bombeiros de Cruzeiro, a corporação foi acionada pela direção da fabricante de peças automotivas por volta das 5h da última terça-feira (23) para atender uma ocorrência de acidente de trabalho.

Ao chegarem no interior da fábrica, os socorristas constataram a morte do eletricista, Camilo da Conceição Diniz, que de acordo com colegas de trabalho teria sido prensado por uma ponte rolante após ficar preso na

esteira da máquina. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de Cruzeiro, o incidente ocorreu no setor de prensaria pesada da Maxion, que conta com prensas de mais de cinco mil toneladas. O órgão revelou ainda que a seção segue isolada pelas equipes de perícia da Policia Civil e da Maxion até a manhã desta quarta- feira. Os técnicos apuram se o acidente foi causado por falha humana ou do equipamento.

A morte de Diniz causou comoção no município. Através das redes sociais, diversos amigos e familiares prestaram homenagens ao eletricista. O corpo do eletricista foi enterrado na tarde da última terça-feira no Cemitério Jardim Santa Clara em Cruzeiro.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?