Moradores de Cruzeiro passam a pagar por manutenção da iluminação pública

Tarifa da CIP é incorporada à conta de energia, com cobrança correspondente ao consumo

Técnicos da Bandeirantes  prestam atendimento de emergência em Lorena (Foto: Arquivo)
Técnicos da Bandeirantes prestam atendimento de emergência em Lorena (Foto: Arquivo)

Francisco Assis
Cruzeiro

Os moradores de Cruzeiro passam a pagar, a partir de junho, uma tarifa a mais inclusa nas contas de energia elétrica. A medida, aprovada pelo Legislativo, foi implantada para manter a CIP (Custeio de Iluminação Pública), colocada em prática este ano e que gerou gastos a mais para os municípios.

A tarifa na cidade será, de acordo com a Prefeitura, encaminhada para gastos com serviço de manutenção do sistema de iluminação, realizada por empresa contratada.

Para se adequar a determinação da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), colocada em prática em janeiro, a cidade chegou a contratar em regime de urgência, há três meses, uma empresa para o trabalho de trocas de lâmpadas. O serviço é foco de várias reclamações de moradores, que questionam a Prefeitura quanto à qualidade da iluminação, em ruas e avenidas da região central e bairros de acesso à cidade. “Esse valor que será gerado com a cobrança da tarifa será encaminhado para o pagamento desta empresa, que está fazendo o serviço, como a substituição de lâmpadas. São mais de mil lâmpadas que precisam ser trocadas”, contou o prefeito de Cruzeiro Rafic Simão (PMDB).

A manutenção foi iniciada pelo Centro, mas Rafic garantuiu que toda a cidade receberá melhorias no sistema de iluminação pública.

Em todo o Estado, o serviço de fornecimento de energia continua com a EDP Bandeirante Energia.”Infelizmente não temos condições de arcar com esse gasto. Aliás, a Prefeitura tem hoje uma dívida em mais de R$ 14 milhões com a própria Bandeirante. Estamos pagando isso de forma parcelada, R$550 mil mensais”, revelou o prefeito.

Um comentário em “Moradores de Cruzeiro passam a pagar por manutenção da iluminação pública

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>