Funcionários da Maxion aprovam acordo salarial em Cruzeiro

Assembleia reuniu mais de três mil funcionários para votação de acordo salarial (Foto: Colaboração)
Assembleia reuniu mais de três mil funcionários para votação de acordo salarial (Foto: Colaboração)

Da Redação
Cruzeiro

Após assembleia realizada na última quinta-feira, os funcionários da maior empregadora de Cruzeiro aprovaram com 93% dos votos a proposta da Campanha Salarial de 2016. O acordo foi negociado entre Sindicato dos Metalúrgicos e empresa. A rejeição do projeto teve apenas 204 opositores.

Com a aprovação, os funcionários conseguiram estabilidade no emprego até 2018 para os aderidos ao PPE (Programa de Proteção ao Emprego) até julho de 2017, que pode ser estendido até dezembro do mesmo ano.

Os setores que já voltaram à carga horária normal têm possibilidade de retorno ao programa, incluindo os que ainda não foram inseridos no sistema. A redução salarial permanece em 10%, com redução de 20% na jornada de trabalho.
O ajuste renderá a economia da cidade cerca de R$ 13 milhões, pagos com a antecipação do abono de 30% sobre a data base, o PRO (Participação dos Resultados Operacionais) e a primeira parcela do 13º salário.

Outros itens aprovados na proposta são o reajuste salarial de 4% em janeiro do próximo ano, o pagamento do PRO de R$ 2 mil, divididos em duas parcelas e a primeira parcela do 13º salário que será paga no dia 6 de janeiro de 2017.

Em nota, o presidente do Sindicato, Jumar Batista da Silva, comentou o trabalho em elaborar meios para assegurar a empregabilidade diante da crise e da baixa produtividade da empresa. “Buscamos, principalmente, a manutenção dos empregos para não gerar ainda mais pânico na cidade, que vive em função da fábrica”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>