Fábrica abandonada vira ponto de drogas em Cruzeiro

Moradores também se queixam do descarte indevido de lixo nos arredores do local

A empresa desativada Saneclor, que fica às margens da Rodovia SP-052; moradores reclamam da área tomada por usuários de drogas (Foto: Maria Fernanda Rezende)
A empresa desativada Saneclor, que fica às margens da Rodovia SP-052; moradores reclamam da área tomada por usuários de drogas (Foto: Maria Fernanda Rezende)

Maria F. Rezende
Cruzeiro

As instalações da antiga fábrica de produtos químicos, Saneclor, ficaram abandonadas depois que a empresa decretou falência no ano de 2000, em Cruzeiro. Desde então, as ruínas do local têm servido de ponto de encontro para usuários de drogas, causando incômodo para os moradores próximos.

A fábrica funcionava na SP-052, estrada que liga Cruzeiro a Passa Quatro-MG. Um prédio e casas foram construídos em frente aos espaço, do outro lado da pista. A movimentação do local preocupa os vizinhos, que temem que o bairro comece a ser frequentado por marginais. “Durante o dia, tarde e noite vão pessoas usar crack. Pelo que vejo e por ser na beira da estrada é mais para consumo mesmo. Já do outro lado do prédio que moro, que é bairro, esse sim tem vários pontos de venda (de drogas)”, contou uma moradora que não quis se identificar.

Além da frequência de usuários de drogas, a construção abandonada acumula lixo descartados indevidamente e é foco de queimadas no tempo seco.

“Eles mesmos (os usuários) colocam fogo ali no mato causando um desconforto enorme a todos os moradores, porque o fogo sempre se alastra. Fora que o local tem servido para jogarem lixo, móveis que não usam mais, pneus… Fica uma sujeira enorme no canto da pista”, afirmou Tais Coutinho, moradora do prédio em frente à antiga fábrica.

Segundo a Prefeitura, por se tratar de um espaço particular, o município não pode interferir na infraestrutura do local, mas que, independente disso, irá fiscalizar as denúncias, principalmente quanto à necessidade de limpeza.
“Cumprindo a legislação vigente no município, caso não seja feita a limpeza, a Prefeitura fará o serviço, cobrando pelo trabalho posteriormente”.

Em relação às pessoas em situação de vulnerabilidade, a pasta afirmou que vem trabalhando de forma preventiva, oferecendo atendimento com uma equipe multidisciplinar e projetos sociais nas unidades do Cras (Centro de Referência e Assistência Social).

Compartilhar é se importar!

Um comentário em “Fábrica abandonada vira ponto de drogas em Cruzeiro

  • 10 de junho de 2018 em 15:03
    Permalink

    Gostaria de saber se há alguma informação sobre uma família que foi assassinada nesse local ou arredores? Há alguma notícia?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?