Cruzeiro investe R$ 420 mil e inicia obras no Mercado Municipal

Novo recurso do MIT promete alavancar comércio local e fomentar o turismo gastronômico

Obras no Mercado Novo que devem ampliar quantidade de boxes; Prefeitura investe R$ 420 mil através do MIT e contrapartida (Foto: Reprodução PMC)
Obras no Mercado Novo que devem ampliar quantidade de boxes; Prefeitura investe cerca de R$ 420 mil (Foto: Reprodução PMC)

Rafaela Lourenço
Cruzeiro

O Mercado Novo de Cruzeiro segue em obras de reestruturação. Com um investimento de aproximadamente R$ 420 mil, o espaço será ampliado e modernizado para melhor atender a demanda turística e econômica da cidade. A entrega do prédio deve ser feita em dez meses.

Para fortalecer a produção artesanal e fomentar o turismo gastronômico e a comercialização do Mercado Municipal, a Prefeitura assinou um convênio de R$ 392.829,28 com o Ministério do Turismo, através do MIT (Município de Interesse Turístico) e contrapartida de R$ 27.114,99 para reformar todo o espaço. Segundo o Executivo, o repasse nessa parceria foi de indicação do deputado federal Orlando Silva (PCdoB), e dos vereadores Mário Notharangeli (SD) e Geraldo Luiz de Souza (PR).

O projeto contemplará a reforma geral do prédio que segundo o secretário de Obras e Serviços Públicos, José Kleber Silveira funcionava em precárias condições, atendendo um pedido antigo dos moradores. O espaço receberá adequações de acessibilidade, reforma nos banheiros feminino e masculino e a repaginação do pátio central com novos ladrilhos e a manutenção completa do telhado. Já os boxes serão padronizados para fins específicos e duplicada a quantidade para utilização dos comerciantes. A fachada do prédio será mantida originalmente e a parte hidráulica também será reformada. “Hoje, (boxes) um é amarelo, outro branco, um com um revestimento outro com outro. Alguns utilizam quatro, cinco boxes e fazem de depósito então isso vai acabar. Vão ser para fins específicos, utilizar como boxe e não como armazenamento de materiais”, explicou Silveira.

A obra no Mercado que atua com diversos segmentos como hortifrúti, peixaria, casa de ração e artesanato está sendo feita por etapas, iniciando nos banheiros e pátio central.

Segundo Siqueira, o Mercado funcionará normalmente durante o período de reforma e os ambulantes serão realocados para outros espaços também por partes. “Comecei nos banheiros e no pátio central, aí tirei os ambulantes do pátio. Os sanitários de alvenaria estamos arrumando, aí disponibilizamos sanitários químicos para atender a demanda”.

Quanto aos boxes, o secretário frisou que será dividida em duas partes e em um momento comerciantes ficarão um tempo sem utilizá-los. Siqueira destacou que esse trabalho ainda não teve início, que os comerciantes não foram realocados, mas não precisou uma data para possivelmente afastá-los do espaço. “Essa obra é esperada por muito tempo por todos os comerciantes. Alguns já vão se realocar para algum ponto de locação comercial, por dois, três meses fora do espaço, já outros vão aguardar”, salientou.

Siqueira destacou ainda que não houve nenhum problema com os comerciantes e que a única solicitação recebida do grupo teria sido não fechar o mercado durante todo o tempo de obras. “Com essa reforma por partes, eles serão pouco afetados”.

Após os trabalhos, a quantidade de boxes praticamente dobrará, passando para cerca de 18 unidades atingindo uns dos principais objetivos de agregar valor ao prédio histórico e torná-lo mais atrativo para a população.

O Mercado Novo fica na avenida Olívio Nicoli, nº 296 – 366, na Vila Canevari e a expectativa é finalizar a obra em até dez meses.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?