Cruzeiro inaugura COI para conter aumento da violência

Câmeras são implantadas em pontos estratégicos; melhoria tem investimento de R$ 6 milhões

Autoridades policiais que participaram da entrega do COI; investimento de 6 milhões (Foto: Divulgação)

Lucas Barbosa
Cruzeiro

Terceira cidade com mais homicídios registrados na região neste ano, Cruzeiro ganhou na manhã da última terça-feira (27) um reforço tecnológico no setor de Segurança Pública. Contando com um investimento municipal de R$ 6 milhões, a Prefeitura inaugurou o COI (Central de Operações Integradas).

Sem a presença do prefeito, Thales Gabriel Fonseca (PSD), devido ao período eleitoral (é candidato à reeleição, concorrendo com José Antônio do PT e Juarez Juvêncio do Podemos), a cerimônia de inauguração teve as participações de autoridades policiais, membros do primeiro escalão do Executivo e familiares do ex-delegado de Cruzeiro, Carlos Martins Ântico, que teve seu nome homenageado com a denominação do COI.

Fechado ao público, o evento respeitou um protocolo de prevenção ao contágio do novo coronavírus (Covid-19), obrigando os participantes a usarem máscaras e manterem uma distância segura dos demais.

Durante a cerimônia, o secretário de Segurança Pública e ex-coronel da Polícia Militar, Élcio Vieira, destacou que a implantação do COI é um marco histórico para o município.

A unidade, localizada em um prédio ao lado do Paço Municipal, abrigará uma equipe da secretaria de Segurança Pública que será responsável pelo monitoramento das imagens geradas por 72 câmeras. Nesta primeira fase de operação do sistema, estão funcionando apenas 37 câmeras. Já as demais, deverão ser ligadas até o início de 2021.

Das 72 câmeras implantadas, 37 iniciam reforço a segurança da cidade (Foto: Divulgação)

Os equipamentos foram instalados nos trechos de entrada e saída da cidade e também em pontos estratégicos dos bairros Itagaçaba, Vila Loyelo, Vila Batista e Vila Juvenal. A escolha dos locais foi definida após reuniões entre representantes da Prefeitura e da Polícia Militar no início do ano.

Vencedor do processo licitatório, realizado em fevereiro, o Consórcio Cruzeiro Seguro será responsável pela operacionalização do sistema do COI por quatro anos.

A implantação da ferramenta de monitoramento é uma das apostas da atual gestão municipal para conter o aumento da violência na cidade, terceira com mais vítimas de assassinatos na RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) ficando atrás apenas de Jacareí e São José dos Campos.

De acordo com o levantamento divulgado pela SSP (secretaria de Segurança Pública) na última segunda-feira (26), Cruzeiro registrou um aumento de 15% no número de mortes violentas nos primeiros nove meses de 2020 em comparação ao mesmo período do ano passado, saltando de 20 para 23 homicídios dolosos (quando existe a intenção de matar).

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?