Cruzeiro busca parceria com a Polícia Militar para redução de índices da criminalidade

Com 16 homicídios, Prefeitura pretende instalar câmeras e aumentar efetivo da Polícia Municipal

Batalhão da Polícia Militar vizinho à Prefeitura de Cruzeiro; cidade aposta em parceria para reduzir números (Foto: Jéssica Dias)
Batalhão da Polícia Militar vizinho à Prefeitura de Cruzeiro; cidade aposta em parceria para reduzir números (Foto: Jéssica Dias)

Rafael Rodrigues
Cruzeiro

Na tentativa de aumentar a sensação de segurança dos moradores de Cruzeiro, a Prefeitura anunciou parceria com a Polícia Militar para reforçar o trabalho contra a violência. A cidade registrou 16 homicídios em 2019, quase que a totalidade dos casos de todo ano passado, que chegou a 17 assassinatos.

Somente no mês de agosto foram três mortes e outras duas tentativas de homicídios na cidade. Os moradores começaram a cobrar mais segurança. Diante dos números, o prefeito Thales Gabriel (SD) anunciou o apoio da PM. “Para garantir mais segurança em nossa cidade, fomos buscar parceria com a Polícia Militar da região. O coronel José Eduardo Stanelis, comandante da Polícia Militar no Vale do Paraíba e Litoral Norte, e o comandante da companhia de Cruzeiro, capitão da PM Sobral, firmaram conosco o auxílio nas ações de combate ao tráfico e a criminalidade. Entre as ações, Cruzeiro pretende realizar, em parceria com várias forças policiais, operações surpresa para coibir principalmente o tráfico de drogas, crime pelo qual são atribuídos a maioria dos casos de violência na cidade”, ressaltou o prefeito.

Recém empossado como diretor de segurança pública em Cruzeiro, Coronel Lage confirmou a criação de uma estrutura que vai integrar o departamento de Trânsito e a Polícia Municipal. “Teremos a integração das nossas forças municipais com as polícias Miliar, Civil, Florestal, Federal e rodoviárias Federal e Estadual”.

Lage frisou que a administração já acertou durante reunião com a PM a realização de operações com a contribuição do Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar). “Firmamos essa com uso de cães farejadores, aeronaves e outros artifícios necessários”, afirmou.

Entre as ações da Prefeitura, Coronel Lage citou a licitação de aproximadamente quarenta câmaras de vigilância que serão instaladas no município, e a reforma de pontos considerados perigosos, como a praça Doutor Antero Neves Arantes. “A reforma da praça contará com uma base Polícia Municipal, porque o local era alvo de muitos atos ilícitos, para manter a área para que as famílias possam voltar a frequentar com segurança”, finalizou.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?