Câmara aprova ‘Troco solidário’ para beneficiar asilo

Projeto quer destinar pequenas doações do comércio para o São Vicente de Paulo

Idosos em asilo de Cruzeiro; projeto beneficio entidades  (Foto: Arquivo Atos)
Idosos em asilo São Vicente de Paulo; projeto beneficiará entidade com troco do comércio (Foto: Arquivo Atos)

Rafael Rodrigues
Cruzeiro

A Câmara de Cruzeiro aprovou por unanimidade, na sessão da última segunda-feira (30), o projeto de lei, de autoria do vereador Sérgio Blois (PL), que pretende destinar o troco da compra no comércio local para o Asilo São Vicente de Paulo. O “Troco Solidário” contará com a colaboração de empresários da cidade, que poderão aderir voluntariamente a iniciativa.

O autor do texto explicou a proposta durante a votação. “É um projeto relativamente simples. Através de uma parceria com o comércio local, no qual as empresas que se interessarem, ficarão com uma caixa coletora, com as inscrições ‘troco solidário’, à vista das pessoas. Quando o consumidor efetuar uma compra, o troco poderá ser depositado na caixa”, explicou.

O projeto, que estava na ordem do dia da sessão de 9 de setembro, mas foi alvo de pedido de vistas por parte do vereador Paulo Vieira (PL), que questionou o porquê de apenas o Asilo ter sido o beneficiado, e não outras entidades.

Em reposta, Blois destacou que o projeto visa auxiliar o asilo São Vicente de Paulo, porque, mesmo que “todas as entidades, geralmente, conseguem maior mobilização das pessoas pois tem familiares atuantes”. O vereador garantiu que isso não acontece com tanta frequência no asilo, onde se encontram pessoas idosas que estão doentes e muitas vezes abandonadas pelos próprios parentes. “Eles precisam de remédios, exercícios, de fraldas, roupas e toda estrutura que muitas das vezes geram um custo muito grande que a instituição não tem condições de arcar”, justificou

O vereador disse que ficará a cargo de um representante da entidade e do comerciante que aderir ao projeto, a coleta dos valores arrecadados, quinzenalmente. “É algo que pode atingir uma proporção razoável, desde que as pessoas queiram ajudar. Na verdade, é um projeto de solidariedade municipal, com o consumidor e o empresário ajudando, para que o Asilo possa receber verbas”, contou Blois.

O presidente do Asilo de Cruzeiro, Luiz Antônio Pereira, revelou a importância do projeto para o dia a dia do atendimento. “Fiquei muito feliz, porque a nossa dificuldade é com relação a folha de pagamento da entidade. Com o final do ano, que temos que pagar o décimo terceiro, e outras atividades, vai ficar mais difícil ainda”, finalizou.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?