Semana Ruth Guimarães relembra arte da escritora em Cachoeira

Autora de mais de quarenta títulos é homenageada com exposições e teatro

Junia Botelho, filha de Ruth, em frente à imagem da mãe, durante evento que homenageia a escritora (Foto: Reprodução)
Junia Botelho, filha de Ruth, em frente à imagem da mãe, durante evento que homenageia a escritora (Foto: Reprodução)

Elisabeth Almeida
Cachoeira Paulista

O Centro Cultural Gertrud Schubert dos Santos, em Cachoeira Paulista, será palco da “Semana Ruth Guimarães”, uma homenagem à escritora Ruth Botelho Guimarães, que nasceu na cidade e ganhou notoriedade no Brasil ao se tornar membro da Academia Paulista de Letras.

A semana dará início neste sábado, às 19h, com as “Fiandeiras da Palavra”, contadoras de histórias que narrarão uma das obras de Ruth, “Cantos e Contos da Mata”. Em seguida, às 20h, o “Falando com Ruth”, em que Joaquim Maria e Junia Botelho, filhos da escritora, se reunirão com pessoas que a conheceram e contar suas histórias.

“Eu estava aqui enquanto escrevia” será encenado do dia 24, às 19h, pelos atores paulistanos Luciano Carvalho e Natália Grisi, que fazem uma interação com o público a partir de contos, poemas, manuscritos e ensaios que Guimarães ofereceu de presente a Luciano.

No dia 25, às 19h, será realizada a oficina de poesia e fotografia “Das lentes de Zizinho, uma devoção amorosa: Ruth Guimarães, com Juraci Condé”. Já no dia 26, das 18h às 22h, haverá um curso de fotografia com Jean Chad, intitulado “O mundo oculto da luz”. Além disso, durante toda a semana haverá uma exposição de fotos de Olavo Botelho, o filho número 8, “A casa. Que magia a faz nossa e nos faz dela?”.

Já no encerramento da Semana, no dia 27, o Centro Cultural Gertrud Schubert dos Santos vai receber o grupo Semeart, entoando cantos de capoeira, e o Sarau Cênico de São Bento do Sapucaí.

Para Junia Botelho, a Semana é uma oportunidade para que a população conheça melhor as obras da autora. “Minha mãe foi uma escritora excepcional, e ainda assim é muito mais conhecida e reconhecida em outros lugares. Espero que com este trabalho as pessoas possam conhecer suas obras e que seus conterrâneos se orgulhem dela, assim como nós, seus filhos e netas, nos orgulhamos”.

A escritora – Ruth Botelho Guimarães foi uma poetisa, cronista, romancista, contista e tradutora do Vale do Paraíba, nascida em Cachoeira Paulista, onde viveu até seu falecimento, em 2014.

Ruth se formou em Filosofia pela USP (Universidade de São Paulo), e posteriormente se profissionalizou como jornalista. Escreveu crônicas para grandes jornais como Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo.

Estudiosa da cultura popular e autora de diversas obras que valorizam a cultura do interior, foi a primeira escritora brasileira negra que conseguiu projetar-se nacionalmente. Em 2008 a autora tornou membro da Academia Paulista de Letras, ocupando a cadeira de número vinte e dois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>