Funcionários da Santa Casa de Cachoeira completam dois meses sem salários

Sindicato pressiona João Luiz, e Prefeitura atribui atraso às dificuldades financeiras

A Santa Casa de Cachoeira, foco da crise que afeta a saúde municipal; funcionários seguem sem salários (Foto: Arquivo Atos)
A Santa Casa de Cachoeira, foco da crise que afeta a saúde municipal; funcionários seguem sem salários (Foto: Arquivo Atos)

Lucas Barbosa
Cachoeira Paulista

Na última quarta-feira (6) os mais de cem funcionários da Santa Casa de Cachoeira Paulista completaram dois meses sem salários. Nesta segunda-feira (11), trabalhadores e o sindicato da categoria cobraram em frente ao prédio da Prefeitura uma solução para os constantes atrasos no hospital, administrado sob intervenção municipal.

Apontada pela população como a área mais problemática de Cachoeira, a saúde sofreu diversas baixas nos últimos anos. As constantes reclamações de falta de médicos e materiais básicos refletem a crise financeira. A última estimativa, revelada pela Prefeitura em 2015, revelou que a dívida do hospital ultrapassava R$ 20 milhões.

Como se não bastassem os problemas de funcionamento e atendimento da entidade, os rotineiros atrasos no pagamento dos funcionários vêm revoltando a categoria.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Empregados em Estabelecimento de Serviço de Saúde de São José dos Campos e região, Martinho Luiz dos Santos, a categoria entrou em contato com a Prefeitura, reivindicando uma solução para o caso, mas a negociação não avançou. “Os representantes da Prefeitura sempre dão a mesma desculpa. Eles afirmam que não estão conseguindo pagar os funcionários por causa de problemas financeiros, causados pela crise que o País enfrenta. Já levamos o caso para a Justiça, mas infelizmente até agora nada mudou”.

Martinho revelou quais serão os próximos passos da categoria na busca pelo recebimento dos salários atrasados e para que o fato não ocorra novamente. “Já foi estudada a realização de um movimento de greve, mas a maioria dos trabalhadores foi contrária à ideia, por medo de posteriormente sofrerem com perseguições. Buscaremos nos reunir novamente com o Executivo, e torcemos para que nossas ações judiciais obriguem que este absurdo continue acontecendo em Cachoeira Paulista”.

Resposta – Em nota oficial, a Prefeitura informou que os salários dos funcionários estão com atraso devido à dificuldade financeira que o município enfrenta. A nota ressaltou ainda que o Executivo aguarda repasses federais para efetuar o pagamento, e que todos os esforços estão sendo feitos para que a solução seja concluída.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?