Zona azul em Aparecida fica para o segundo semestre

Administração garante que trâmites para conhecer responsável pelo estacionamento estão próximos do fim

Carros estacionados no Centro de Aparecida; cidade tenta retomar zona azul, no segundo semestre (Foto: Arquivo Atos)
Carros estacionados no Centro de Aparecida; cidade tenta retomar zona azul, no segundo semestre (Foto: Arquivo Atos)

Rafael Rodrigues
Aparecida

Os problemas para encontrar uma vaga para estacionar em Aparecida estão perto de serem realizados. A promessa é da Prefeitura, que afirmou essa semana, que até o segundo semestre o sistema rotativo de estacionamento nas ruas centrais estará funcionando.

Prometida para abril desse ano, a zona azul vai atrasar, já que segundo o secretário de Administração de Aparecida, Domingos Leo Monteiro, o certame ainda está em fase final de decisão. A assessoria técnica da secretaria de Segurança Pública e Trânsito analisa a descrição técnica da operação das empresas interessadas.

Assim que o processo termine, Monteiro garantiu que os envelopes com os preços serão abertos, e a empresa oferecer o maior valor fica com o serviço. “Em cinco dias úteis já conseguiremos cumprir os prazos, porque a manifestações serão feitas nesse tempo”.

Para o aposentado Dílson Cesar, sair do bairro do Itaguaçu onde mora e ir até o Centro, só se for de táxi ou carona, já que provavelmente não encontraria vaga para estacionar. “Eu acho que a zona azul não tinha que ter acabado, antes mesmo sendo difícil, a gente achava uma vaga ou outra, agora se não vem cedo para cidade, não encontra onde parar”.

A realidade do aposentado é a mesma de vários romeiros que visitam a cidade por conta própria, e em dias de grande movimento, quando o estacionamento do Santuário Nacional fica lotado, precisam se aventurar pelas ruas da cidade em busca da tão milagrosa vaga.

O número de vagas é definido por projeto de lei e está espalhado por 14 ruas da cidade. Ao todo serão 348 vagas disponíveis para o sistema rotativo. De acordo com o edital da concorrência, os valores cobrados seguem uma tabela definida. Para estacionar por uma hora o motorista terá que desembolsar R$2; caso fique estacionado por meia hora, o pagamento será de R$ 1. O sistema cobrará R$ 0,50 por 15 minutos de estacionamento nas vagas definidas.
A empresa que vencer a licitação, de acordo com o edital, “operará com funcionários vendendo o uso rotativo das vagas e também poderá credenciar estabelecimentos comerciais para vender os bilhetes”.

De acordo com o secretário de Segurança Pública e Trânsito, Marcelo Monteiro, a ideia é necessária para melhorar a trafegabilidade na cidade, principalmente em dias de grande movimentação. “Precisamos dessa medida para melhorar o trânsito, porque muitas pessoas param os carros e ficam o dia inteiro com a vaga, e nem munícipes e turistas conseguem estacionar por conta sempre das mesmas pessoas”.

A administração não descartou a instalação de parquímetros em Aparecida, assim como é feito em Guaratinguetá, mas não garantiu que o serviço seja prestado da mesma forma, já que não consta no edital a necessidade do tipo de equipamento. “Vamos ter operadores com equipamento eletrônicos para emitirem os bilhetes, mas não será exclusivo de parquímetro. Se a empresa achar que é necessário, poderá instalar, mas não é obrigação. Eles têm obrigação de trabalhar com vendedores, ou credenciar o comércio para vender os bilhetes”, finalizou Leo Monteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>