Quadra em construção vira reduto de usuários de drogas em Aparecida

Moradores protestam contra abandono; além de dependentes químicos, mato alto e sujeira também preocupam

Local que deveria abrigar um espaço esportivo, reduzido em um canteiro de obra abandonado e que virou habitat de usuários de drogas (Rafael Rodrigues)
Local que deveria abrigar um espaço esportivo, reduzido em um canteiro de obra abandonado e que virou habitat de usuários de drogas (Rafael Rodrigues)

Rafael Rodrigues
Aparecida

A quadra poliesportiva da escola municipal Marieta Braga, que deveria ter sido entregue em junho de 2015, não está somente atrasada, mas também virou motivo de preocupação dos vizinhos. O terreno está abandonado, acumulando sujeira, mato alto, e os restos da construção servindo de reduto de usuários de drogas.
A triste realidade é sentida principalmente pelos moradores da rua Joaquim Gonçalves de Campos, em frente à construção. A situação causa revolta nos moradores, como é o caso do comerciante Saulo Martins, que denunciou práticas ilegais no local.
Ele relatou ainda que uma vizinha foi assaltada e que o autor do crime teria saído de dentro desse terreno. “Um vizinho foi vitima de um assalto e os bandidos estavam escondidos dentro daquela construção abandonada, que tem servido como ponto de droga, esconderijo e sujeira”.
De acordo com a dona de casa Maria Conceição, as colunas erguidas na construção estão com água acumulada nas bases. “Junta bastante água, e em cada pilastra erguida tem poças de água. Eu já vi muitas larvas do mosquito dentro dessas pilastras, e ninguém toma providências”.
Um dos moradores mais antigos do bairro, João Nascimento contou que o terreno já recebeu outras construções do poder público, mas nunca saíram do papel. “Aqui era para ser o Corpo de Bombeiros, depois Câmara, mas por fim resolveram fazer a quadra. Agora eu não sei mais, porque continua abandonado, e o mato invadindo a rua. O pior é que esse terreno fica no meio de uma escola e uma creche, colocando em risco a saúde das crianças”, salientou.
A quadra que serviria à escola Marieta Braga começou a ser construída em 2014. Uma placa, retirada da frente da obra, mostrava que a quadra deveria ser concluída em junho de 2015, mas a construção está parada há meses e sem previsão de retomada.
A Prefeitura informou, por meio de nota, que problemas burocráticos obrigaram a paralisação das obras, entretanto, as secretarias de Administração e Educação buscam alternativas legais para retomar os trabalhos.

2 comentários em “Quadra em construção vira reduto de usuários de drogas em Aparecida

  • 11 de março de 2016 em 17:20
    Permalink

    Conta-o mesmo problema da escola solom pereira, que consta o início de obra em 2015 e até agora está parado, uma pouca vergonha sem palavras se resolvesse os problemas não estaria assim do jeito que vemos, falta caráter para com nos eleitores kkkkkk

    Resposta
  • 11 de março de 2016 em 17:24
    Permalink

    Pouca vergonha esse comando falar o que mais.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>