Prefeitura inicia regularização para ambulantes da feira livre de Aparecida

Iniciada há vinte anos, discussão entra em nova etapa com atendimento

Movimento na feira livre de Aparecida; centro comercial é foco de ação de regularização de ambulantes (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Bruna Silva
Aparecida

O processo de regularização da feira livre em Aparecida, aberto desde a década de 1990, promete ter fim ainda em 2020. A Prefeitura iniciou atendimento em parceria com a EDP Bandeirante e sociedades representativas.

De acordo com o secretário de Indústria e Comércio, Marcelo Monteiro, a regularização da feira se iniciou com a pintura e demarcação na avenida Monumental Papa João Paulo 2º para a verificação dos pontos, conforme cadastramento dos comerciantes locais. Pelas informações da Prefeitura, o espaço comercial envolve indiretamente aproximadamente dez mil pessoas, e por isso há a preocupação para que o projeto seja efetuado da melhor maneira possível.

Segundo o secretário, houve reuniões com os ambulantes para tratar quais procedimentos serão tomados em relação à segurança, como a implantação de passagens de emergência, extintores e brigada de incêndio. Além das reuniões com os ambulantes, aconteceram também duas discussões com a EDP acerca da energia elétrica ao longo da área externa da feira.

Outra preocupação da Prefeitura neste âmbito é o recadastramento de todo o comércio ambulante, que de acordo com os responsáveis, deverá durar cerca de um mês para que nenhum comerciante seja prejudicado. O formato do serviço de recadastramento ainda está sendo avaliado pela Prefeitura.

Para a estudante Aline Vilela, 21 anos, moradora do bairro Aroeira, a regularização é benéfica para auxiliar na segurança, minimizando os riscos de incêndio na fiação elétrica e o desenvolvimento da cidade.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?