Morador pede cassação de Dudu Reis e Ana Alice

Vereadores devem responder por quebra de decoro; sem saber motivos, acusados esperam notificações

Dudu e Ana Alice, durante sessão na Câmara de Aparecida; vereadores de oposição são alvos de denúncias (Foto: Reprodução)
Dudu e Ana Alice, durante sessão na Câmara de Aparecida; vereadores de oposição são alvos de denúncias (Foto: Reprodução)

Rafael Rodrigues
Aparecida

O vereador José Luiz Reis, o Dudu (PR), deve passar por outro processo na Câmara de Aparecida. Ele é alvo de denúncia de um morador que pediu a abertura de CEI (Comissão Especial de Inquérito) para analisar possível quebra de decoro parlamentar. Além de Dudu, a vereadora Ana Alice Braga (PODE) também foi denunciada.

O documento foi encaminhado para a Comissão de Ética da Casa. “Imediatamente quando o requerimento foi protocolado, o presidente da Casa já encaminhou para o presidente do Conselho. Caso seja necessário, os trâmites terão sequência”, explicou o diretor da Câmara, Geraldo de Souza.
O presidente Marcelo Marcondes (PV) disse que o processo ainda está muito no início, e que não existe qualquer possibilidade de se falar em cassação. “A Comissão de Ética vai notificar os dois vereadores, e na sequência abrir o direito de defesa. Depois vai para o jurídico, e na sequência o colegiado vota o parecer, e só aí vai para o plenário para votar abertura ou não da CEI”.

Marcondes e o diretor da Casa não souberam explicar o teor da denúncia apresentada pelo morador. A reportagem apurou que o nome do autor do pedido é José Felipe, que declara publicamente nas redes sociais apoio ao prefeito Ernaldo Cesar Marcondes (MDB). Procurado, o autor da denúncia não foi localizado.

Outro lado – Ana Alice e Dudu não comentaram o assunto, alegando que sequer sabem do que estão sendo acusados. Ambos disseram que aguardam a notificação da Comissão da Câmara para prepararem a defesa.

A Comissão de Ética e Quebra de Decoro Parlamentar da Câmara de Aparecida é composta pelos vereadores Waldemir José Pedroso (DEM), o próprio José Luiz Reis (PR) e Adilson José de Lima Castro (MDB), que preside os trabalhos. Movimentações políticas ainda não confirmadas dão conta de que Castro deve ser substituído pelo vereador Francisco Egídio Monteiro Vaz (MDB), que atualmente ocupa a cadeira de suplente no colegiado. Nenhum dos parlamentares foi encontrado para comentar as denúncias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>