Funcionários do Santuário de Aparecida encontram ossada de idosa

Turista desapareceu durante excursão no fim de 2017; Polícia Civil apura causa da morte

Dona kkkkkkk desaparecida
Dona Berenice desaparecida há cerca de seis meses em Aparecida (foto: Reprodução)

Da Redação
Aparecida

A DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Guaratinguetá revelou nesta terça-feira (26) que foi encontrada a ossada da idosa Berenice dos Santos, 85 anos, que havia desaparecido há mais de seis meses durante uma visita ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

A causa da morte da idosa, que morava em Penápolis (SP), ainda é desconhecida.

De acordo com a Polícia Civil, os restos mortais da turista foram localizados no último dia 21 por funcionários do Santuário Nacional que realizavam uma capina em uma área externa da basílica, próxima à linha férrea na região do Porto Itaguaçú.

Além de óculos e roupas, no local também foram encontradas pulseiras e dentaduras, que foram reconhecidas por familiares de Berenice.

A Polícia Civil aguarda o resultado de um comparativo de DNA, para liberar a ossada. Além da investigação policial, exames médicos tentam descobrir o motivo do óbito.

Berenice foi vista por familiares pela última vez na tarde de 23 de dezembro do ano passado no estacionamento do Santuário.

Segundo uma de suas netas, a idosa à pediu para que comprasse um guarda-chuva, enquanto procuraria um lugar para descansar perto do ônibus da excursão.

A turista não foi mais vista, motivando a família promover uma campanha de divulgação pelas redes sociais.

Na época, o Santuário Nacional de Aparecida informou que enviou as imagens das câmeras de monitoramento para a Polícia Civil.

Mistério – Berenice não foi a única turista desaparecer durante uma excursão ao Santuário Nacional de Aparecida nos últimos anos.

No fim de outubro de 2012, a gaúcha Beatriz Winck, 77 anos, passeava com o marido Delmar Winck, 85 anos, pela casa de velas do Santuário, quando acabaram se separando.

Apesar de diversas campanhas de divulgação pela internet e veículos de comunicação, a romeira não foi mais encontrada.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>