Câmara deixa prefeita, vereadores e secretários de fora em reajuste de servidores de Aparecida

Recomposição retroativa ao mês de março atende funcionários do Executivo, Legislativo e Saae

O vereador Fran Pé Sujo, em sessão de Aparecida; reajuste atende servidores municipais dos dois poderes (Foto: Marcelo A dos Santos)

Leandro Oliveira
Aparecida

A Câmara de Aparecida aprovou um reajuste de 4,19% para o funcionalismo da Prefeitura, Saae (Serviço Autônomo de Águas e Esgoto) e do próprio Legislativo. A recomposição salarial é retroativa a 1 de março e vale para todos os funcionários concursados e comissionados. Já prefeito, vice, secretários municipais e vereadores não terão reajustes neste ano.

Os projetos foram encaminhados pelo Executivo no último dia 30. O primeiro deles solicitava o reajuste para os servidores da Prefeitura e do Saae. Para essa votação, a Câmara aprovou por 8 a 1, sendo que apenas o vereador José Reis Dudu (PL) se absteve.

Na segunda votação, para recomposição salarial para o Legislativo, o placar se repetiu, mas com a abstenção da vereadora Ana Alice Braga (Podemos). “Esse reajuste não se aplica aos agentes públicos, só para o funcionalismo de um modo geral. Incluindo aposentados e pensionistas também. Inclusive os comissionados (receberão). A prefeitura e a câmara possuem os comissionados, que também terão reajuste”, afirmou o diretor geral da Câmara, José Geraldo de Souza.

De acordo com o diretor, os projetos originais, encaminhados pelo Executivo, englobavam os reajustes aos agentes públicos. Foi solicitado pelo presidente da Casa, Francisco Egídio Monteiro, o Fram Pé Sujo (PSDB), a retirada da recomposição para os vereadores e, foi sugerido, o mesmo para os cargos de secretários municipais, prefeito e vice.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?