Aparecida espera análise para prosseguir com modernização da feira

Proposta inicial continua em estudo, mas prefeito garante que comércio ambulante será modernizado mesmo com resultado negativo

A feira livre de Aparecida que debate proposta de modernização; projeto enfrenta oposição entre feirantes e no cenário político (Foto: Arquivo Atos)
A feira livre de Aparecida que debate proposta de modernização; projeto enfrenta oposição entre feirantes (Foto: Arquivo Atos)

Leandro Oliveira
Aparecida

Engavetado, o projeto de modernização da feira livre de Aparecida pode ganhar novos capítulos nos próximos dias. A viabilidade técnica da proposta apresentada pela Prefeitura em fevereiro está em análise. Se for aprovada, o Executivo dará continuidade à discussão. Caso contrário, será elaborado um novo plano para modernizar o comércio ambulante local.

Lançado oficialmente em fevereiro, o projeto divide opiniões. Parte dos feirantes enxerga a proposta como positiva, tendo em vista o reforça na segurança e as melhorias contra situações da natureza, como as fortes chuvas do verão. Em contrapartida, outros ambulantes são contra e apontam que a construção de prédio no modelo shopping pode descaracterizar a tradição da feira local.

As discussões em torno dessa possibilidade acenderam um debate acalorado entre Executivo, Legislativo e população. O prefeito de Aparecida, Ernaldo César Marcondes (MDB) se reuniu com feirantes para discutir melhorias e defender sua proposta. Em seguida foi a vez do projeto passar por análise, fase que segue até hoje. “Abrimos um processo para ver a viabilidade técnica documentado. Assim que ele sair nós vamos rediscutir o projeto. Não estamos com ele (projeto) parado, mas estamos respeitando os prazos para a gente caminhar para um shopping ou centro comercial, para reorganizar a feira municipal”, destacou Marcondes.

Indagado se a modernização da feira livre de Aparecida depende, necessariamente, da construção de um shopping ou galeria de lojas, o prefeito salientou que o objetivo do Executivo é dar maior respaldo aos ambulantes da cidade, através de uma proposta que se encaixe com o anseio da maioria dos comerciantes.

“Não passará necessariamente pela construção de um shopping, mas ela terá que ter todas as condições de segurança. Apresentamos um pré-projeto, um rascunho, para que as pessoas possam ver que aquele projeto tem toda questão de segurança estabelecida pelo Corpo de Bombeiros e proteção contra chuva, sol, que os feirantes enfrentam todas essas dificuldades”, concluiu.

Ainda não há um prazo para conclusão da análise da proposta, mas Marcondes garantiu que está prestes a ser concluída. Se for aprovado, Executivo dará novos passos dentro do projeto. Caso não esteja de acordo, Prefeitura pode propor plano diferente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>