Polícia tenta identificar autores de assassinatos em Guará e Cruzeiro

Final de semana tem saldo de três jovens mortos; câmeras de segurança devem auxiliar na busca pelos atiradores

Viatura da Polícia Científica; Civil segue com investigação de assassinatos do último final de semana (Foto: Reprodução)

Da Redação
Regional

Com três vítimas fatais, o último final de semana foi marcado pela violência na região. Além dos autores de um duplo-homicídio em Cruzeiro, a Polícia Civil tenta identificar o responsável pela morte de um adolescente em Guaratinguetá.

Durante a manhã e tarde desta segunda-feira (21), equipes da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Cruzeiro realizam diligências no bairro Vila Loyelo, em busca de informações que contribuam para a elucidação dos assassinatos do adolescente Vinícius Caetano Gabriel Marçal, 15 anos, e do jovem, Daniel Marcelo Martins, 20 anos, ocorridos na noite da última sexta-feira (18).

De acordo com o boletim de ocorrência, a dupla caminhava por uma calçada da rua João Leite por volta das 21h, quando foi surpreendida por dois motociclistas, que efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra os amigos.

O resgate chegou a ser acionado por moradores da via, mas os jovens não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

O crime causou comoção no Vila Loyelo, onde colegas e familiares de Daniel e Vinícius cobram que os assassinos sejam identificados e presos.

Procurada pela reportagem do Jornal Atos, a DIG revelou que sua equipe está percorrendo diversos pontos do bairro em busca imagens de câmeras de videomonitoramento que possam ter flagrado a fuga dos atiradores.

A corporação revelou ainda que parentes das vítimas prestarão depoimento durante esta semana, para esclarecer se elas estavam sofrendo ameaças.

Já em Guará, a Polícia Civil busca informações sobre um homem que matou a tiros um adolescente de 17 anos na noite do último sábado (19) no bairro Vila Brasil.

Segundo testemunhas, o menor, que não teve o nome revelado, estava sentado no banco de uma praça, quando um criminoso se aproximou e efetuou sete disparos de arma de fogo contra ele. Alvejada com quatro tiros na cabeça e três na perna, a vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu poucos minutos após dar entrada no Pronto Socorro de Guará.

De acordo com a Polícia Civil, amigos e familiares do adolescente prestarão depoimento entre esta segunda-feira e a próxima quarta-feira (23) para revelarem se o adolescente havia se desentendido recentemente com alguém. Imagens de câmeras de segurança de imóveis da região também serão analisadas pelos investigadores.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?