Mãe e filho são presos após matar um homem e ferir outro

Crime é motivado por sumiço de agasalho em bar; vítima fatal foi atingida por 14 facadas

Polícia Militar durante operação no litoral; crime no semana de semana chama atenção em Ilhabela (Foto: Reprodução)

Lucas Barbosa
Litoral Norte 

Um açougueiro de 34 anos foi morto a facadas por um jovem de 20 anos durante uma briga em um bar na noite do último domingo (1) em Ilhabela. Também presa, a mãe do assassino esfaqueou um amigo da vítima durante a confusão motivada pelo suposto furto de um casaco.

De acordo com o boletim de ocorrência, o açougueiro, Bruno Matos Prates, conversava com amigos num bar da rua Zabumba, no bairro Alto da Barra Velha, quando foi acusado por um rapaz de furtar o agasalho de sua sobrinha, que estava também no local.

Mesmo após negar o crime, Prates foi atacado pelo jovem, que estava acompanhado de sua mãe de 35 anos. Durante a briga, o rapaz sacou uma faca e desferiu 14 golpes contra a vítima.

Um amigo do açougueiro tentou intervir, mas foi atingido com uma facada nas costas pela mãe do agressor, que carregava a arma branca em sua bolsa. Percebendo a gravidade do caso, os familiares fugiram do bar.

Encaminhados pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao hospital municipal Governador Mario Covas Junior, os amigos foram socorridos, mas Prates não resistiu aos ferimentos. Já a outra vítima foi liberada na manhã do dia seguinte após receber curativos.

Poucas horas após o crime, mãe e filho se apresentaram à Delegacia de Ilhabela.

Em depoimento, o assassino afirmou que agiu em legítima defesa já que supostamente teria desarmado o açougueiro durante a discussão.

A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o caso. O proprietário e outras testemunhas deverão depor durante a semana para contribuírem para a elucidação do caso.

Enquanto o filho permanece preso acusado de homicídio doloso (quando existe a intenção de matar), a mãe responderá por tentativa de homicídio. Ambos aguardam transferência para um CDP (Centro de Detenção Provisória) da região.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?