RMVale segue na fase Laranja do Plano São Paulo

Anúncio do Estado regride regiões à etapa vermelha e classifica Sorocaba na amarela

Pedestres no calçadão de Lorena com e sem máscaras; região segue na fase laranja de flexibilização (Foto: Rafaela Lourenço)

Da Redação
RMVale

O Governo do Estado manteve a RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) na fase laranja do Plano São Paulo de flexibilização. No anúncio desta sexta-feira (19), o governador João Doria (PSDB) destacou que a 22ª reclassificação regrediu quatro regiões paulistas para a fase vermelha e avançou duas para a laranja e amarela.

Com avaliação dos dados epidemiológicos, a RMVale, classificada como região de Taubaté, segue na segunda etapa mais restritiva de condição de flexibilização, onde foi colocada desde o último dia 5.

Já as regiões de Araraquara, Barretos, Bauru e Presidente Prudente apresentaram índices negativos como de contaminações e ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) regrediram para a fase vermelha.
Por outro lado, os últimos números de Franca e Sorocaba apresentaram melhora e elevaram as regiões para as fases laranja e amarela, respectivamente.
De acordo com a reclassificação desta sexta-feira, a média estadual de contaminações passou de 343,7 para 287,9 novos casos de Covid-19 por 100 mil habitantes. Os números revelam ainda, uma queda de 48,3 para 46,6 novas internações a cada 100 mil habitantes e uma alta de novas mortes pela doença de 7 para 7,3 por 100 mil habitantes.

Enquanto a ocupação de leitos de UTI por pacientes graves contaminados pelo novo coronavírus caiu de 67,2% para 66,7%, com 20,2 vagas a cada 100 mil habitantes. Todas as regiões classificadas na fase vermelha estão com ocupação dos leitos acima de 80%.

O governador destacou que “outras reclassificações poderão ocorrer na próxima semana, sempre com o objetivo de atender com mais precisão e rapidez, seja para evoluir ou regredir”.

As mudanças entrarão em vigor a partir da próxima segunda-feira (22).

Laranja – A RMVale segue apta a liberar atividades não essenciais como comércio em geral, restaurantes, salões de beleza, barbearias, academias e centros esportivos, com expedientes de até oito horas diárias, com o fechamento às 20h. A capacidade dos locais é permitida em até 40%, além da obrigatoriedade do distanciamento social, uso de máscaras e disponibilização de álcool em gel. O atendimento presencial em bares continua proibido.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?