Aguilar Junior, Flávia Pascoal, Tunucci e Felipe Augusto são eleitos no Litoral Norte

Cidades têm eleições com 50% de renovação nas prefeituras; Delcio Sato deixa Executivo de Ubatuba subjudice

O prefeito reeleito, Aguilar Junior, durante campanha em Caraguatatuba (Foto: Reprodução)

Bruna Silva
Litoral Norte

O Litoral Norte também definiu seus eleitos neste domingo. Em Ubatuba, surpresa com Flávia Pascoal (PL), que desbancou Délcio Sato (PSD). Já em Caraguá e São Sebastião, reeleições. Em Ilhabela, Toninho Colucci (PL) é o novo prefeito.

Caraguatatuba reelegeu, neste domingo (15), Aguilar Junior (MDB) com 27,1 % dos votos válidos. A cidade contou ainda com mais seis candidatos disputando o paço municipal.
De acordo com os dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a diferença de Aguilar Júnior (MDB) para o segundo colocado, Mateus da Silva (PSDB) foi de cerca de 2,2 mil votos. Em porcentagens, o candidato tucano teve 38,8%, enquanto o Coronel Stanelis (PRTB) ficou com 14,5%, José Mello (PT) com 1,9% e Dadinho Fachini (Rede) 1%.

Em Ubatuba, Flávia Pascoal derrotou o atual prefeito, Délcio Sato. Com uma pequena diferença de 456 votos, ela governará a cidade litorânea nos próximos quatro anos. Sato concorreu subjudice e conquistou 29,7% do eleitorado caiçara. Outros candidatos como Professor Arnaldo (Avante), Gady Gonzalez (Patriota), Alex da Saúde (PSL), Maurício (PT), Claudinei Salgado (PSC), Nuno (PROS), Ednelson Prado (REDE), Anderson Tato do Mercado (PTB) oscilaram entre 10 e 1%. No total, foram 50,5 mil votos feitos pelos eleitores nas urnas; 45,3 mil aos candidatos concorrentes e 2,3 mil brancos.

Já São Sebastião reelegeu Felipe Augusto (PSDB) com mais de 50% dos votos. O segundo colocado Professor Gleivison (MDB) ficou com 45% e Amilton Pacheco (PSB) com 1,9%. Na cidade, foram 48,1 mil votos; 44,9 mil destinados aos candidatos concorrentes, mil brancos e 2,1 mil nulos.

Outra cidade com renovação é Ilhabela, que elegeu Toninho Colucci, com 10.266 votos, 50,99% dos votos válidos.

Colucci volta ao cargo. Ele foi prefeito em Ilhabela entre 2009 e 2016.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?