Santa Casa de Aparecida atinge 100% de ocupação de leitos de Covid-19 e transfere pacientes

Contaminados em estado grave são transferidos para hospitais da região; Além da Unidade é referência para moradores de Potim e Roseira

Santa Casa de Aparecida que atingiu 100% de ocupação de UTI’s; direção transfere pacientes (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Marcelo Augusto dos Santos
Aparecida

A Santa Casa de Misericórdia de Aparecida está com 100% de ocupação dos leitos destinados aos pacientes com Covid-19. A informação foi confirmada pelo administrador da Santa Casa, Frei Bartolomeu Schultz. A cidade não é a única a registrar medidas na rede de atendimento com a nova alta de contaminações. Apesar do avanço do vírus, o Estado de São Paulo confirmou na última sexta-feira (8) que os municípios da RMVale (Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte) seguem na fase amarela.

Além da própria Aparecida e a demanda de turistas aos finais de semana e datas religiosas, o hospital é referência no atendimento para as cidades de Potim e Roseira, disponibilizando vinte leitos para o tratamento, sendo 12 clínicos e 15 com respiradores.

Segundo Schultz, os pacientes entubados passaram a ser transferidos para os hospitais da região. “Ontem (sexta-feira, 8) nós transferimos dois para São José dos Campos, dois para Guaratinguetá e estamos tentando transferir um para Lorena (a Santa Casa lorenense decidiu suspender as consultas eletivas e atendimento ambulatorial devido aos aumento de contaminações)”.

O Frei pediu para quem procurar o Pronto Socorro ou porta de atendimento Covid, que mantenha paciência e calma para serem atendidos e, na necessidade, transferidos. “Todos os profissionais estão empenhados em ajudar, mas ao mesmo tempo muito cansados. Estamos nos organizando para atender a todos”, destacou Frei Bartolomeu, em post no seu perfil no Facebook.

Até o fechamento desta matéria, a Prefeitura de Aparecida não havia divulgado o boletim epidemiológico do sábado (9), mas de acordo com os dados de sexta-feira, o município contabilizava 847 casos confirmados, sendo 799 recuperados (94%), 33 pessoas em isolamento domiciliar, 22 óbitos e 115 casos suspeitos.

Região – A RMVale registrou recorde de internações e contaminações em um único dia. Segundo levantamento do Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados Estatísticos), foram 141 internações somente no sábado. O dia marcou o maior número de hospitalizados pela doença desde março, início da pandemia. O Estado destacou ainda que a região chegou a 65,1% de ocupação de leitos de UTI direcionados para o atendimento de pacientes que lutam contra a Covid-19. Atualmente, a RMVale tem mais de 81,9 mil casos da doença, com 1,7 mil mortes.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?