Potim reforça medidas de segurança contra o coronavírus

Missas e cultos religiosos são suspensos; comerciantes devem usar máscaras de proteção

UBS do Centro de Potim; prefeita decreta uso obrigatório de máscaras e suspensão de missas e cultos (Foto: Marcelo A. dos Santos)

Lucas Barbosa
Potim

Apesar de Potim não ter casos confirmados de coronavírus (Covid-19), a prefeita Érica Soler (PL) baixou um decreto na última terça-feira (14) que reforça as ações de prevenção ao contágio da doença. Além da obrigatoriedade da utilização de máscaras por comerciantes e clientes, o documento determina a suspensão de missas e cultos religiosos.

O novo decreto municipal estabelece que a partir deste sábado poderão continuarem com suas portas abertas, desde que seus funcionários e clientes usem máscaras e luvas de proteção, repartições públicas e estabelecimentos comerciais como: agências bancárias, barbearias, cartórios, casas de ração animal, clinicas odontológicas e médicas, distribuidoras de água e gás, estacionamentos, farmácias, salões de beleza, lotéricas, oficias mecânicas, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção, tecidos e ferragens. A Prefeitura exige também que os comerciantes permitam no máximo que seis pessoas permaneçam no interior dos estabelecimentos por vez, mantendo uma distância mínima de um metro para o outro.

Já os donos de padarias, restaurantes e lanchonetes não poderão deixar seus clientes consumirem os alimentos nos locais, mas sim que os retirem no balcão ou solicitem a entrega à domicilio.

Em contrapartida, estão proibidos de funcionarem por trinta dias: academias, bares, clubes, salões de festa, lan houses e lojas de comércio em geral. Pelo mesmo prazo, estão suspensas atividades em igrejas e demais templos religiosos.

Se a determinação for descumprida, os proprietários das empresas serão penalizados através de multas que variarão de R$ 200 a R$ 4 mil, de acordo com a infração e o porte do empreendimento. Em caso de reincidência, estabelecimento poderá ser lacrado pela Vigilância Sanitária.

De acordo com a secretaria de Saúde de Potim, até o fim da tarde desta quinta-feira (16) a cidade contabiliza apenas um caso suspeito, referente a um homem de 32 anos, que mora no bairro Vila Olivia. O paciente deu entrada na noite da última quarta-feira na Santa Casa de Aparecida, onde permanece internado na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Em contrapartida, o Município descartou outros 28 casos suspeitos.

Precaução – Enquanto em Potim é exigida a utilização de máscaras apenas no interior de estabelecimentos comerciais, as Prefeituras de Cruzeiro e Guaratinguetá determinam o uso também em vias públicas.

Em Guará, o decreto que estabelece a utilização do objeto foi baixado pelo prefeito Marcus Soliva (PSB) no último dia 4. Já em Cruzeiro, a obrigatoriedade da medida de prevenção foi anunciada pelo prefeito Thales Gabriel Fonseca (SD) última quarta-feira.

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?