Política a conta-gotas…

Política da reconstrução

Mineiro, Eder e Fernando

Com o propósito de recriar Cachoeira Paulista em todas as áreas e setores da economia, o candidato a prefeito Antonio Mineiro (MDB) passou pelo cafezinho do Atos, esta semana, para falar de suas estratégias e como pretende unir forças com a população nesta missão.

Ele disputa a eleição com apoio do Dr. Ailton Vieira como vice, e segue para 15 de novembro com cerca de 80 candidatos à Câmara. Um dos colaboradores desta nova aliança é o engenheiro Fernando Hummel, que defende um ‘saneamento geral’ da atual política que tem atrofiado a cidade.

 

Numerologia

Quem teve a oportunidade de ver, garantiu que a última consulta eleitoral – com ares de seriedade – analisada por um grupo político de Lorena, revelou dois candidatos se atropelando na largada com empate técnico; ‘outro (a)’ deixando dois concorrentes na retaguarda provavelmente correndo o risco de perder para branco e nulos no final. Imaginem o desespero ‘daquele idoso’ que insiste em mais uma campanha…

Processo seletivo

Cresce o número de eleitores em Cachoeira interessados em saber da vida pregressa dos candidatos a prefeito e vereança, já que a cidade está necessitando desesperadamente de mudanças, não de pessoas, mas de políticos que tenham caráter e testemunho de vida. De acordo com os bem informados do pedaço, candidatos com delitos na Justiça, com histórico de rolos e negociatas devem ser eliminados da vida pública pelo ostracismo das urnas, e para isso, o governo na motolândia já contribuiu unindo todos no palanque de seu candidato à sucessão. Assim fica fácil, a população vai saber ‘em quem não votar’!!!

Terreno escorregadio

Uma volta pelas esquinas de Guaratinguetá e a certeza que nenhum candidato ainda ganhou a eleição, por mais que a ‘república dos bacanas’ continue repetindo o coro do “já ganhou”. Até então segue o mercado eleitoral feito ‘bolo fatiado’ com três candidaturas dependendo da definição dos indecisos. Claro que a tendência do ‘voto útil’ deverá prevalecer, mas como ensinam os experientes, “as pessoas tropeçam somente em pedras pequenas, das grandes, se desviam com mais facilidade”. Se o altivo tropeçar, já tem um na fila ‘para abraçar’. E como ele gosta de abraçar…

Barulho de lata vazia

A pergunta das rodas políticas de Cruzeiro que ainda não foi respondida é se Paulo Vieira acreditava mesmo que após perder a rádio comunitária – que na verdade nunca teve – e a legenda para candidatar-se a vereador, o polêmico Antônio Marciano iria baixar as armas? Esta semana quem entrou em sua ‘alça de mira’ foi a dupla Nelson Pinheiro – o Gordo, e Sandra Cunha, que além de configurar na ata da nova diretoria da emissora, ganharam suas legendas para disputarem vagas na Câmara sob as ‘bênçãos de PV’, é claro…

Esqueleto no armário

Em retaliação aos ataques de Marciano, disseram que Paulo Vieira liberou seu grupão da faculdade para relembrar pelos balcões e cafezinhos de Cruzeiro o período em que o ex-vereador Marciano contratou uma assessora com diploma falsificado e ‘outras cositas mas’. Perguntem ao Charles Fernandes, que evita até espirrar para não chamar atenção…

Aritmética das ruas

Quem apostou que o lançamento de sete candidaturas deveria pulverizar a tendência eleitoral de Pindamonhangaba, já mudou de opinião. Pelo que se ouviu entre as lideranças mais coerentes da cidade, com o desenrolar da campanha, as consultas eleitorais apontam decréscimo no número de indecisos, porém, a ordem de largada se mostra inalterada. Parece que uma das candidaturas se mantém à frente, duas estão emboladas num segundo plano, e as demais patinando na lanterna. Para os numerólogos, qualquer mudança de posição nesta temporada de caça aos votos tem de acontecer até o final de outubro, daí pra frente, só uma catástrofe pode mudar as coisas.

Capital Federal

Marcio Alvinho, Isael e André do Prado

Mesmo em período eleitoral considerado fora de época para buscar recursos em Brasília, o prefeito Isael Domingues, bem acompanhado com o deputado Marcio Alvino (PL), transitou dias atrás pelos corredores do Governo Federal articulando importantes reuniões e contatos para trazer novos investimentos para Pindamonhangaba.

Animado

Quem pensou que a artilharia pesada que descarregaram em cima do prefeito Isael fosse desanimá-lo, se equivocou. O homem vem demonstrando muita animação e garra para enfrentar sua campanha à reeleição e já tem na ponta da língua os projetos que preparou para apresentar à população, bem como os novos investimentos na saúde, segurança, tecnologia e mobilidade urbana, que serão grandes bandeiras da nova gestão. Isael pontuou com sua equipe de campanha que a sociedade está farta de discursos políticos, que querem ouvir sobre realizações . E isso, ele tem o que mostrar, o que credibiliza sua proposta: “quem já fez, continuará fazendo ainda mais…”, afirmou o Domingues!

Fazendo a diferença

Fábio Marcondes

Se serviços prestados forem referência de apoio para ganhar eleição, parece que o prefeito de Lorena, Fábio Marcondes está acima da média para fazer uma indicação. Mais de 14 quilômetros de novas galerias de águas pluviais, pavimentação asfáltica e com bloquetes numa infinidade de ruas por toda cidade, revitalização de praças – e agora vem a Matriz – modernização da iluminação pública e mais uma sequência de obras jamais vista em dois mandatos no município.

Outro fato importante foi o acréscimo do patrimônio público, com a compra do prédio da Casa da Cultura, serviços que resultaram na área de mais de 13 mil metros quadrados, que está permitindo a construção do Centro de Eventos, e entre outros, a aquisição da residência histórica da saudosa Maria Pinto Antunes.

Mas se o quesito for seriedade administrativa, Marcondes moralizou as finanças públicas, modernizou e equipou a Prefeitura, fortaleceu a educação, a saúde e investiu no social – tudo isso com oposição nociva do Legislativo. Preparou sua vice, Marietta Bartelega para sucessão. Com a palavra os eleitores.

Perguntar não ofende

Qual foi o político destaque de Cachoeira que em seu aniversário puxou o espírito natalino e distribuiu mais de R$ 800 mil em presentes? Disseram que foram dois carrões (um pra ele, outro pra esposa), uma camionete zerada para o filhão e um seminovo para governante de suas finanças…

O que todos querem saber

Porque os carros de propaganda eleitoral da campanha de Arilson do Cícero (PSC) – meio secretário de Assistência Social de Guará – estão adesivados sem a foto do prefeito Marcus Soliva e do vice Regis Yasumura, enquanto os de outros candidatos a Câmara, ligados ao grupo, constam os três, ou seja, prefeito, vice e vereador???

Arranhando e passando…

Junior Filippo

…pomada O vídeo de lançamento da campanha de Junior Filippo a prefeito de Guará ganhou as redes sociais esta semana com uma mensagem de ‘elogio’ aos concorrentes, mas ao mesmo tempo chamando os eleitores à realidade deles: dois sem experiências e realizações para mostrar e o outro, um bom zelador da cidade, que deixará a conta para os próximos prefeitos pagarem.

Sem medo de errar, o filho do Coronel chamou toda população para o abraço. “E abraço do ‘Gordinho é fatal’, abraçou, votou…”

Apostas

Corre na boca pequena do ‘Mercadão’ de Lorena que as duas candidatas à prefeita, Marietta Bartelega (DEM) e Flavia Brazuna (PT), podem surpreender em 15 de novembro, subindo ao pódio das urnas. Parece que entre os prefeituráveis, ‘um’ a rejeição está indo às alturas, um ‘outro’ estaria precisando de uma fonoaudióloga urgente, e o ‘terceiro’ vai faltar tempo para expor e convencer os eleitores sobre suas teorias filosóficas.

Em Alta

Pindamonhangaba – A Prefeitura, que aproximou os moradores do Arco-Íris – parte extrema do Araretama, ao atendimento de saúde, com a inauguração do ESF – Estratégia Saúde da Família – no local. Priorizando a expansão de atendimento e com investimento de R$ 800 mil, o prefeito Isael Domingues colocou um ponto final em mais de 15 anos de espera por parte da população. O novo espaço passa contar com recepção para retirada de medicamento, sala de enfermagem, expurgo, almoxarifado, consultórios, sala de reunião e consultório odontológico.

Em Baixa

Guaratinguetá – O setor de Planejamento da Prefeitura, que está deixando o comércio no entorno do Mercado Municipal em dificuldades, com a morosidade das obras de revitalização do local. O acesso aos estabelecimentos ficou comprometido por dias, fazendo piorar a situação dos empresários, que após as restrições na pandemia do coronavírus, passaram a enfrentar o isolamento dos clientes. As reclamações de comerciantes e consumidores ganharam as ruas nos últimos dias, com a esperança de chegar ao ‘isolamento’ da administração pública.

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?