Política a conta-gotas…

Quebrando os paradigmas

A dupla Isael e Piorino

Parece que a crendice de que o ex-prefeito João Ribeiro era o patrono dos servidores públicos de Pinda, num passado não muito distante, caiu por terra com o efeito Isael Domingues, que investiu pesado no funcionalismo. Fazendo as contas: superestimou o valor da hora extra trabalhada e melhorou a qualidade da cesta básica; adicionou pagamento de insalubridade para o pessoal da limpeza dos banheiros públicos e pagamento de periculosidade a quem de direito; licença prêmio, falta abonada e compensação de horas; criou um departamento exclusivo de assistência ao servidor, estabeleceu holerite provisório – permitindo aos funcionários pedir esclarecimentos ou correção – antes de receber seu salário.

Adiantamento do 13° salário e recesso no ‘final de ano’ entre o Natal e Ano Novo. O prefeito disse que lamenta não ter dado tempo de elaborar o tão sonhado Plano de Carreira, mas apostando em outro mandato, disse que fará o melhor possível.

Perguntas que continuam…

…sem respostas em Lorena: Quem votou no lugar do vereador Careca da Locadora na PPP do Lixo, enquanto ele já tinha se mandado da Câmara? Quem o Elcinho pensa que ainda engana ou convence com seu discurso furado contra o desenvolvimento da cidade – como Revitalização da Peixoto de Castro e o Centro de Eventos? Como o Maurinho vai explicar a ‘dinheirama’ que está rolando em sua candidatura – se falar que é do fundo partidário, alguém do grupo vai reclamar sua parte; se disser que foi o ‘Tio Fujão’ que liberou, a cidade toda vai quer saber onde ele está… Ah! E qual vereador que teria forjado seu divórcio – apesar de continuar casado – para preservar seus bens de bloqueio da Justiça? Onde o Samuca vai arrumar emprego após possível e quase certa derrota nas urnas de 15 de novembro? Importante, quem vai dividir a pena indenizatória com o Tanga Frouxa, numa eventual condenação na Justiça, por obra e graça de suas contratações, obras e licitações com interesses compartilhados? E por falar em contratações, como fica – ou ficou – a história, ou melhor as rachadinhas no gabinete do ‘pé na cova’? Será que a demora nas investigações vai até que o homem compre outro mandato? Por que será que para alguns, a Justiça parece tão demorada em detrimentos de outras que??? Enquanto isso, os personas estão aí ‘gastando os tufos’ para continuar às dispensas dos cofres públicos…

Aviso aos navegantes

Ao som dos comícios e da guerra entre as torcidas organizadas deste período de campanhas em Lorena, há o prenúncio de uma reviravolta nos números eleitorais como novidade no mercado político para a próxima semana. Quem viver verá!!!

Controvérsias eleitorais

Com mais de 120 candidatos a vereador e um monte cabos eleitorais para ‘conversar’ no pós eleição, o prefeiturável Argus Ranieri (MDB) discursa sobre a intenção de reduzir o número de cargos comissionados na futura Prefeitura de Guaratinguetá, lembrando que Junior Filippo (PSD) alerta “que em política não existe cafezinho de graça”, ou seja: ‘aliados de hoje, contratados de amanhã’. Enquanto isso, Marcus Soliva (PSC) faz ‘cara de paisagem’ com seu contingente na folha de pagamento, incluindo dois radialistas bem remunerados pelos serviços que prestam…

A nível de seleção

Argus Ranieri

Falam o que querem sobre Argus Ranieri neste período eleitoral, mas que ele montou o grupo mais coeso e numeroso de pré-candidatos a vereador e cabos eleitorais, isso é fato. Não significa que vá ganhar a eleição, mas… Pelo menos esta é a impressão que chega aos eleitores e cientistas políticos de Guará. Perguntem ao Major Gusmão!!!

Comendo pelas beiradas

Poucos souberam da realidade dos números eleitorais dos últimos dias na Terra de Frei Galvão, mas pelo desespero de alguns palacianos em tentar afirmar para Argus Ranieri o que nas prévias, refletem Junior Filippo, é sinal que o Soliva não é exclusividade nas pesquisas.

Mensagem cifrada…

…às sombras das Palmeiras Imperiais “ou o fundo partidário veio triplicado ou o ‘sobrinho gastão’ neste período eleitoral achou a mala de dinheiro escondida do tio fujão”. Para quem entende, um pingo é letra…

Mercado de apostas

Com a previsão de 80% de renovação no quadro de 11 vereadores da futura Câmara de Pinda, quem dos atuais parlamentares deve sobreviver às urnas de 15 de novembro? Numa conta simples, três dos atuais não estarão concorrendo: Felipe César, Rodeley Miotto e Rafael Goffi. Entre os oito que disputarão – Magrão, Professor Osvaldo, Toninho da Farmácia, Jorge da Farmácia, Jânio Lerário, Gislene Cardoso, Renato Cebola e Ronaldo Pipas, quais devem sobrar para ‘contar história’ aos novos? Façam suas apostas…

Ou vai ou racha!!!

Apesar de todas dificuldades que vem encontrando no passo a passo da campanha eleitoral, a candidatura a prefeito de Luis Rosas (PTB) está seguindo mesmo com o vice João Ribeiro impugnado. A dupla continua tentando os votos acreditando que revertem a sentença no TRE.

Passivo e ativo

Será que alguém explicou ao ex-inspetor da PRF João Bosco (PSB) – o popular Torrada, que ao aliar-se com Edson Mota herdou de imediato sua rejeição por ‘N’s’ problemas na Justiça e Tribunal de Contas do Estado como ‘passivo’? E no ativo, ou seja, na transferência de votos e popularidade, vai ter que andar muito para reverter quem votou nele e se arrependeu, para não ter de ‘pedir música no Fantástico’…

E por falar em Tribunal

…Contas do Estado – o órgão apontou nas contas de 2018 da Prefeitura de Cachoeira que os credores indicados nas notas de empenho não coincidem com os constantes nos comprovantes de pagamentos. Ou seja, empresas que estão vendendo para administração de Edson Mota e não são as mesmas que vêm recebendo. Tirem as conclusões…

Herança Amaral

Corre entre os bem informados de Canas que as intimações do Ministério Público chamando funcionários da Prefeitura para depor no inquérito que investiga ‘falhas’ no concurso público está dando dores de barriga em muita gente. Disseram que até no prefeito deu desando. Imosec nele…

Efeito eleitoral

O projeto de Marcus Soliva da venda de 243 lotes de propriedade do município no Santa Luzia, que tramita na Câmara em regime de urgência, levantou questionamento na política de Guará. Após o decreto que extinguiu o contrato com a empresa de saneamento às vésperas da eleição, a oposição suspeita que a venda dos imóveis para fins de empreendimento habitacionais tenha motivação eleitoreira. Perguntem ao Ney Carteira, do MDB!!!

R$ 2,9 milhões, com…

…recursos próprios A Prefeitura de Lorena deu mais um motivo para os ‘inhos da oposição’ odiarem ainda mais o prefeito. Esta semana, a administração concretizou a compra de mais um prédio histórico da cidade: o Casarão dos Antunes, pela cifra de R$ 1,6 milhão, provenientes de recursos do próprio município. Com isto, Fábio Marcondes entra para história como o prefeito que mais investiu no incremento cultural na cidade, porque há menos de seis meses ele já havia adquirido o também prédio histórico da Casa da Cultura pelo valor de R$ 1,3 milhão. Juntos, os empreendimentos somam R$ 2,9 milhões. Importante, Marcondes pretende iniciar o processo de tombamento da residência da saudosa Mariazinha Pinto Antunes, para que seja transformada em museu municipal.

Na falta de tu, vai tu mesmo

Tem eleitores de Lorena preocupados com as opções para renovação da futura Câmara. Por temor à reeleição dos ‘famosos’ vereadores, é possível que aumente o índice votos em branco.

Super cotada

Valéria Fortes

Mesmo com dificuldades de visibilidade no palanque eleitoral de seu grupo, a candidata a vereadora Valéria Fortes (PSD) está amparada no incentivo dos apoiadores e na identificação de muitos eleitores para ser a mais votada do partido e poder levar a verdadeira voz feminina no Legislativo de Lorena.

 

Se é para mudar, Valéria marca presença!!!

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?