Política a conta-gotas…

Virando o jogo

Fábio Marcondes

O prefeito Fabio Marcondes conseguiu, esta semana, reverter na Justiça a lei que anulava a criação do estacionamento rotativo em Lorena. O Tribunal de Justiça do Estado concedeu liminar favorável a Marcondes para barrar a iniciativa da oposição na Câmara, que em represália ao desenvolvimento e geração de empregos da cidade tentava barrar a vencedora da licitação de instalar o sistema conhecido como Zona Azul.

Para tristeza dos ‘inhos’, a vitória da Prefeitura foi comemorada pelos empresários, comerciários, população e principalmente aos que buscam um dos 100 postos de empregos oferecidos pela empresa que vai operar o sistema.

Loteria política

Comenta-se que a atenção do mercado político de Pinda não está mais voltada ao primeiro ou ao último colocado nas urnas de 15 de novembro, isso as prévias eleitorais já deixaram explícitas pelos números. As apostas, agora pelas bancas do Mercadão e esquinas da cidade, seguem focando a disputa entre o ‘velho e o novo’, pelo segundo e terceiro lugar.

Tira teima

Isael Domingues

A pesquisa da TV Record focando Pindamonhangaba confirmou os rumores da periferia e jogou um balde de água fria em quem já se considerava a ‘última Coca- Cola do deserto’. Pelos números, a aprovação do governo Isael Domingues não apenas pontuou o índice de aprovação em 70%, como também dos 50% de eleitores que admitem votar nele para mais uma mandato.

Saída à francesa

Se valerem os números da pesquisa da TV Record para Pinda, disseram na pastelaria mais famosa do Mercadão que o melhor que o ex-prefeito tem a fazer é torcer para sua candidatura ser impugnada pela Justiça Eleitoral. Perguntem ao Norbertinho!!!

Palmo a palmo

Pela ritmo dos candidatos à Prefeitura de Lorena, nenhum está confortável para exclamar o tal de ‘já ganhei’, exceto alguns políticos ansiosos do palanque ‘da terceira idade’. Entre as duas candidaturas mais comentadas da temporada, onde ambas fizeram pesquisas recentes, ninguém se atreveu a ‘soltar rojões’ em comemoração à uma suposta zona de conforto nas intenções de votos.

Tudo ou nada

Parece que os acompanhantes daquele candidato septuagenário, que disputa mais uma vez a Prefeitura de Lorena, correm o risco de continuar ‘viúvos’ na política local e sem empregos nos próximos quatro anos, caso não consigam render o que prometeram nesta eleição. É voz corrente pelas esquinas da cidade que secretarias estratégicas na suposta futura administração e cargos no segundo e terceiro escalões já estariam prometidos àquela meia dúzia de maus elementos que mancham a imagem do Legislativo. Perguntem ao propenso secretário de Esporte!!!

Zum zum da Praça

Comenta-se que nas propagandas eleitorais de Argus Ranieri (MDB) com os vereadores de sua base, o nome do vice, Dr. Marcelo Meirelles (PSDB), é tão imperceptível, ao ponto de precisarem de lupa para ser lido. Já nas publicidades de Marcus Soliva (PSC), a imagem de seu companheiro de chapa, Regis Yasumura (PL), por pouco não ocupa o espaço todo.

Viúva & viúvas

Frequentadores do Ponto Chique – o café mais politizado de Guará, já sacaram que pelo desenrolar das campanhas, as viúvas – lideranças que pertenceram a ex-prefeitos –vão continuar na viuvez, exceto se mudar a tendência eleitoral demonstrada nas pesquisas. A mudança que pode acontecer, segundo os experts do pedaço, é uma ‘mudança de paixão’, ou seja, viúva de um determinado ex-prefeito de agora, com um outro de um passado mais distante.

Resposta imediata

Thales Gabriel

Bastou a oposição trazer para o assunto segurança municipal como ponto divergente nas rodas políticas, para o prefeito Thales Gabriel (PSD) anunciar para o final deste mês a inauguração do Centro de Operações Integradas – COI, com 72 câmeras de monitoramento, como solução para conter a índice de violência em Cruzeiro.

Importante, antes que os escarnecedores transformassem o benefício em críticas, Gabriel esclareceu que o big brother não será utilizando para multar no trânsito, mas para facilitar a atuação da Polícia e trazer sensação de segurança à população.

Desvio de atenção

Os pedidos de impugnações na Justiça para candidatura de Vito Ardito à Prefeitura de Pinda podem até não prosperar, mas se a finalidade dos opostos era forçar o candidato mudar o foco da conversa na campanha, a medida deu certo. Conta-se entre os cientistas da Praça que o ex-prefeito passa mais tempo nas reuniões e no corpo a corpo justificando sua elegibilidade que propriamente pedindo votos.

Não convidem para…

..a mesma picanha – O prefeito Marcus Soliva e o concorrente Argus Ranieri, principalmente se o assunto for a gestão de Miguel Sampaio no Saeg de Guará e o churrasqueiro for do grupo do ex-prefeito Francisco Carlos. E o Coronelzinho exclama: “que gostoooooosooo!!!”

Combustível eleitoral

Esta semana o candidato a prefeito Argus Ranieri (MDB) pegou pesado em uma das emissoras da cidade, ao tentar desqualificar o atual presidente do Serviço de Água e Esgoto de Guaratinguetá – Saeg. Em seus argumentos, além de criar um constrangimento ao ex-superintendente da Caixa Econômica Federal – aposentado com louvor na função – Miguel Sampaio, comprou uma briga desnecessária com os bancários da cidade ao indagar: “como um bancário pode dirigir uma autarquia como o Saeg?”. Tem gente apostando alto na Praça Conselheiro que o emedebista mais perdeu do que ganhou em mais esta falha de posicionamento…

O que todos querem saber

Pelo que muitos entenderam em Cachoeira Paulista, entre os ´leros e falácias’ dos vereadores na sessão desta semana foi aprovado o repasse da ‘dinheirama’ toda que o Governo Federal destinou à cidade, para o combate à pandemia do coronavírus, apenas para o pagamento dos agentes que trabalharam no combate da doença? Se a maioria entendeu bem, cerca de R$ 10 milhões para pagar o serviço da moçada que marca ponto na Santa Casa e da meia dúzia que fez revezamento nas duas ou três barreiras sanitárias na entrada da cidade? Suspeito, muito suspeito!!!

E por falar Cachoeira…

…lembra-se Silveiras, onde as contas de Edson Mota, rejeitadas pelo Tribunal, devem ser colocadas em votação. Sob a batuta da presidente Neusa Menegon, a saúde eleitoral do ex-prefeito novamente passará pelo crivo dos vereadores. Tem gente apostando alto no largo da Igreja que Mota não tem mais a hegemonia de cinco votos de cabresto. Façam suas apostas…

Urbano & rural

A campanha de Gustavo Lucena à Prefeitura de Canas está sendo a única considerada bilíngue – quando se fala ou ensina em duas línguas – por traduzir a linguagem, ou seja, as necessidades dos moradores da área urbana do município, como também da zona rural através de seu vice, Ademar Ligabo, o Banana. Comenta-se que Silvana Zanin busca votos na periferia, mas representa os bacanas da cidade; já o Ricelly tenta a sorte eleitoral focado nas articulações entre os políticos – de sempre…

Sonho de consumo…

…de muitos lorenenses: ser contratado em um dos cargos de confiança de R$ 7 mil da Câmara Municipal de Lorena, sem ter que devolver R$ 4 mil pra ninguém na famosa rachadinha…

Tiro no pé

Se a ideia da dupla de candidatos à Câmara de Pinda, José Carlos – o Cao e Éverton Chinaqui em lançar o folclórico Gari Abençoado a vereador, apenas para somar o quociente eleitoral dos Republicanos, o tiro poderá sair pela culatra. De acordo com os pensadores da cidade, se o partido conseguir apenas uma vaga no futuro Legislativo, o Abençoado está propenso em ser o mais votado do grupo. Muitos já viram este filme no passado…

Temperatura máxima

Délcio Sato

Após ‘surfar em boas ondas’ neste início de campanha entre mais de dez concorrentes, o prefeito de Ubatuba, Delcio Sato (PSD), enfrenta mares revoltos em sua busca pela reeleição.

Os concorrentes Flavia Pascoal (PL) e Alex da Saúde (PSL), conseguiram convencer o Ministério Público Eleitoral da cidade expedir parecer pela impugnação de sua candidatura, por descumprimento de uma determinação judicial à Prefeitura – na gestão passada de 2013 – que se tornou improbidade.

Engolindo o ‘golpe a seco’, porém, sem perder a pose, Sato prossegue com sua campanha enquanto aguarda a batalha entre advogados, opositores e Justiça Eleitoral.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?