Política a conta-gotas…

A fila anda

Sylvio Ballerini e Fábio Marcondes

Valendo uma Prefeitura saudável do ponto financeiro e uma Lorena em ritmo de crescimento, Sylvio Ballerini conseguiu em sua terceira tentativa ser eleito prefeito.

Esta semana, em meio ao processo de transição, o encontro que demonstrou equilíbrio e compromisso com a cidade aconteceu.

O professor Sylvinho foi recebido por Fabio Marcondes em seu gabinete para troca de informações preliminares e opiniões sobre vários setores da administração.

O que não faltou também foi o toque político sobre passado, presente e futuro.

Perdeu quem apostou em uma rivalidade pós 15 de novembro.

Servidores em risco

Bruninho Ribeiro

Sob a batuta da oposição e mais uma vez sem reação da bancada governista, por 8 votos a 7 a Câmara de Lorena negou ao prefeito Fábio Marcondes a autorização para o remanejamento de verbas entre as pastas orçamentárias, para efetuar a folha de pagamento neste final de ano.

Agora não por falta de dinheiro, mas por rubrica, os servidores municipais podem passar o ano sem receberem seus salários. Perguntem ao Bruninho Ribeiro, que mais uma vez, quando sua presença e voto seriam fundamentais, faltou à sessão por motivos questionáveis…

Contagem regressiva

Seguindo os passos regimentais, o presidenciável da futura Câmara de Lorena, Fábio Longuinho (PSD), protocolou o registro de sua candidatura, acompanhado pelo vice, Beto Pereira (DEM), Vanessa Vieira (Cidadania) e Adilson Sampaio (Podemos), na última terça-feira. Ao que tudo indica, nenhum ‘fantasma’ apareceu com chapa concorrente, porém… Seguro ‘morreu de velho’!!!

Reforço de caixa

O ainda vereador Marcos Evangelista (PL) e presidente da Câmara de Guará por alguns dias esteve no gabinete do prefeito Marcus Soliva na última sexta-feira, numa ‘quase’ solenidade para oficializar a devolução de R$ 1,265 milhão, como resultado da economia do duodécimo. Somado aos R$ 300 mil que o presidente de fato, Marcelo Coutinho – o Celão já havia devolvido no início da pandemia, o Legislativo poupou mais de um milhão e meio para contribuir com a administração pública neste final de ano.

Roleta russa

Dani Dias

É voz corrente nos bastidores da Câmara de Guará que há muito não se via uma escolha para presidência tão confusa e repleta de novidades. Com a pretensão explícita para o cargo de Marcelo da Santa Casa e Fabrício da Aeronáutica – dividindo os próprio votos, o poder de escolha aparentemente facilitou os governistas e seus simpatizantes.

Disseram que quando o pessoal do gabinete de Marcus Soliva achou que estava tudo encaminhado, Márcio Almeida surpreendeu declinando da possibilidade de concorrer, restando Arilson dos Santos como a ‘cereja do bolo’, a menos que convençam Dani Dias a disputar…

Piriquito come milho…

…papagaio leva a fama Entre reformar o prédio da Praça Conselheiro para futura sede do Legislativo de Guará ou ajustar a economia da Câmara para reforçar o caixa da Prefeitura neste final de ano em que a Covid-19 detonou os cofres públicos, Celão, em conformidade com os colegas, optou pelo óbvio, ou seja, segurar a grana este ano, porque no próximo, o prédio continuará lá. O que muitos não entenderam é porque o ‘interino na presidência’ Marco Evangelista foi sozinho levar o cheque ao prefeito Marcus Soliva, sendo que vários vereadores, mesmo os que não se reelegeram, gostariam de estar presentes. Ou não? Perguntem ao próprio protagonista da economia!!!

Tapetão

Tem gente pelas ruas de Pinda demonstrando indignação contra Julielton do PSD, que após amargar derrota nas urnas de 15 de novembro, resolveu buscar sua vaga puxando o tapete dos três supostos concorrentes: Gilson Magrin (PP) – o único eleito, Renato Nomoto (Podemos) e Claudio Leite (PV). Julielton busca a extinção dos votos do trio, porque, supostamente, eles teriam participado de uma live com o padre Afonso Lobato. Segundo a boataria, nada de mais, se a tal live não tivesse sido gravada na sacristia da Igreja em que Lobato se dedica.

Remendo novo em…

…pano velho – Corre na boca pequena de Aparecida que o prefeito eleito Piriquito tem a missão de fazer o ‘novo’ com o ‘velho’, principalmente se for levar em conta três veteranos que possivelmente farão parte de sua equipe. E com a Câmara não será diferente, fala que a política é nova, mas os métodos são antigos, ou seja, dos nove vereadores, pelo menos seis deles já estão juramentados com o irmão de Márcio Siqueira.

Caça níqueis

O prefeito Thales Gabriel estendeu o Refiz até as últimas horas deste ano com isenção de taxas e juros em até 100% na tentativa de ‘fazer caixa’ para o fechamento de 2020. Pior que a lista quase que infindável de políticos inadimplentes de Cruzeiro não diminui. Anterior à eleição, a desculpa era para dificultar a reeleição; agora que o homem ganhou, o pretexto é a pandemia que fechou a economia da cidade. Ah! E nos anos anteriores a Covid-19, qual era a desculpa mesmo???

Lavando a alma

A vice-prefeita de Lorena, Marietta Bartelega (DEM), celebrou junto aos moradores da área ocupada do Parque Rodovias, a liberação do primeiro lote de escrituras dos espaços. Na última segunda-feira, 30 famílias receberam seus títulos de regularizações, em demonstração de como se dará ao restante, na medida em que o Cartório de Registro for liberando os documentos. Interessante que aquela turma de corneteiros que durante a eleição buscava desestimular a população do local, contrapondo que a regularização não passava de manobras eleitoreiras, não compareceu. Nem aquela tagarela das redes sociais que se dizia dona do pedaço…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?