Bastidores da Política

Saída estratégica

Ronaldo Pipas
Ronaldo Pipas

Circula nas rodas políticas de Pinda, com amplificação nas redes sociais, que o vereador Ronaldo Pipas pensa em não disputar a reeleição.

Pelo que se ouviu, duas hipóteses são consideradas: estaria motivado a somar forças no palanque de Rafael Goffi na eleição de deputado deste ano, e posteriormente no pleito de 2020, ou desencantou da vida pública.

Saída de emergência

Toninho da Farmácia
Toninho da Farmácia

Pela voz corrente no mercado político de Pinda, não é apenas Ronaldo Pipas que poderá estar fora da reeleição em 2020.

Comenta-se que vereador Toninho da Farmácia também. O motivo, segundo a ‘boca pequena’, é o ‘respingo’ da ação de improbidade (pelo uso indevido do carro oficial da Câmara) que responde juntamente com o ex-vereador Martins Cesar.

Este, por precaução, já pulou do barco, digo, da vida pública na legislatura passada.

Deputado & deputáveis

Aziz Boulos
Aziz Boulos

Quem segue em definição partidária para desfilar na passarela eleitoral este ano é o advogado Aziz Boulos.

Ele, que já presidiu a OAB de Pinda e mantém um vínculo com os profissionais do Direito em toda região, é aposta do renomado doutor, escritor e professor Luiz Flávio Gomes (autor de um livro específico sobre a Lava Jato) para compor uma dobradinha nesta eleição.

Por falta de um, dois…

fabio-matos
Matos

Cresce a possibilidade do grupo político ligado ao prefeito Fábio Marcondes oferecer duas candidaturas a deputado este ano. O vereador mais votado na última eleição, Fábio Matos do PCdoB e o secretário municipal de Cultura de Lorena, Toto de Oliveira Bastos do PPS. Matos, tem trabalho predominante no esporte regional, e através da modalidade tênis de mesa e apoio aos esportistas da ‘Melhor Idade’ tem popularizado seu nome no Vale.

Toto
Toto

Bastos, no segmento jovem e cultural, interage com várias faixas sociais e sedimenta seu nome em meio à Renovação Carismática.

Pela conjunção partidária, Fábio trabalharia com o universo de 40 mil votos, enquanto Toto, buscaria números acima de 75 mil votos para se eleger.

Aritmética política
Partindo de um pressuposto que em política nem sempre ‘dois mais dois são quatro´, alguém precisa dar um toque a turma do PMDB de Guará e seus aliados, que num horizonte de onze, nem sempre seis é mais que cinco. Ou seja, necessariamente quando se tem a ‘caneta’, mais cedo, mais tarde, cinco pode significar bem mais que seis. Tudo é uma questão de ‘acordar o gigante’…

Chutando na trave!!!
Esta semana o mercado político de Guará registou algumas gafes da administração Marcus Soliva dignas de notas. Pra começar, a Prefeitura realizou uma coletiva de imprensa na quinta-feira para informar a programação do Carnaval. Nada demais, se o protocolo, ou quem responde por ele, não tivesse esquecido de convidar a Oesg – Organização das Escolas de Samba de Guaratinguetá. Entre outras, o vereador Pedro Sannini (da base) ‘jogou… no ventilador’, ao forjar um ofício insinuando um pedido de redução nos valores dos ingressos, supostamente após ouvir ‘por de trás das portas’ do gabinete, a deliberação do oficial. Perguntem ao Toninho Malvadeza…

Tutela antecipada
O recesso nem terminou na Câmara de Guará e os peemedebistas já estão fazendo lobby e conchavos para garantir a futura mesa administrativa da Casa. De acordo com a especulação, o PMDB gostou tanto da ideia de se alinhar com o PSDB e com meio PSD para derrotar o prefeito, que resolveu aproveitar a ‘união de interesses’ para tomar a presidência do Celão. No mercado de apostas, prevalece a tendência que na hora de definir ‘quem’, a coisa racha, com o surgimento de uma ‘terceira via’.

Dinheiro na conta

Vaz de Lima
Vaz de Lima

Duas emendas do deputado estadual Vaz de Lima já movimentaram o caixa da Prefeitura de Guará com mais de ‘meio milhão de reais’. A pedido do vereador Marcio Almeida, o deputado conseguiu junto ao governo do Estado recursos para equipamentos e custeio da Saúde.

Para garantir a liberação do dinheiro em tempo recorde, Almeida disse que em atenção à cidade, Vaz acompanhou pessoalmente todos os trâmites até o deposito em conta.

‘Chutando o pau da barraca’

Roderley
Miotto

Rolou pelas esquinas e balcões do Mercadão de Pinda, que por falta de espaço no PSDB – leia-se Rafael Goffi, o vereador Roderley Miotto teria rompido com o PSDB e admitido nos bastidores a condição de prefeiturável em 2020.

Falaram ainda que pelo mesmo motivo (Goffi e Alckmin) o próprio ex-prefeito Vito Ardito teria se desligado do ninho tucano, para disputar uma cadeira no Congresso, já que o clima é de mudança total no cenário político nacional.

Política de jovem, hábitos…

Breno Anaya
Breno Anaya

…de velho O prefeito de Cachoeira Paulista, Edson Nota, pode não conseguir transferir os votos necessários ao vereador Breno Arraya, como seu prometido sucessor na Prefeitura, porém sua rejeição já incorporou a imagem do afilhado.

Pelo que se ouve dos mais experientes, rejeição é bem mais fácil de transferir que votos. Alguém duvida?

Circuito do poder econômico

renato marton
Marton

O empresário e presidente do Clube Comercial, Renato Marton, esteve reunido com um grupo de empresários e empreendedores de Lorena e região interessados em planejar a cidade para os próximos dez anos.

Comenta-se que os assuntos políticos, ligados a nomes e candidaturas, tanto a Prefeitura como a Câmara ganharam destaque entre o grupo seleto do encontro…

Domador

Circula entre os políticos de Cruzeiro que o prefeito Thales Gabriel está feito domador de feras em sua própria administração, dado a diversidade de ‘lideranças’ que reúne em seu estafe. Segundo a patuleia, sua equipe de governo está repleta de ex-candidatos, viúvas eleitorais, postulantes a vida pública e muitos afins… Já dizia o saudoso Hamilton Vieira: “ciúmes de homens na política, é pior que…”

Bem melhor de como…
…começou Numa análise geral sobre os primeiros doze meses de governo de Thales Gabriel frente a Prefeitura de Cruzeiro, muitos admitem que a cidade hoje nem se compara a do mesmo período do ano passado. A julgar da autoestima do funcionalismo público, o equilíbrio financeiro, os ares de organização, seguido das obras e a movimentação da máquina administrativa, acredita-se que o mais jovem prefeito da história da cidade pode carimbar seu passaporte para próxima temporada, inibindo ‘outras’ tendências eleitorais.

Cartilha do desenvolvimento

Bartelega
Bartelega

Quem transita com frequência pelos corredores da Prefeitura de Lorena percebe a vice Marietta Bartelega mais frequente no gabinete do prefeito.

Segundo a ‘radio peão’, a ideia é afinar-se com a cartilha de Fabio Marcondes, para uma continuidade no sistema de governo que acontece com mais 70% de aprovação, segundo as últimas pesquisas, inclusive a da Fiesp – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Em Alta
Guaratinguetá… apesar das críticas quanto aos valores dos ingressos para arquibancadas e camarotes, a Prefeitura de Guaratinguetá passou por cima do pessimismo da oposição e conseguiu colocar em prática o planejamento do Carnaval. A festa está de volta à avenida com organização, apoio privado e adesão das escolas e blocos carnavalescos. Agora, fica ao governo de Marcus Soliva o desafio de chegar ao próximo dia 13 com um saldo positivo e a expectativa para as próximas festas de Momo.

Em Baixa
Cachoeira… o posicionamento do presidente da Câmara, “Bebê do São João”, que após assumir a mesa diretora com a fábula do rigor na fiscalização, já dá mostras à população que o teor no Legislativo deve seguir da subserviência para com as ordens do ‘homi’ de Silveiras. Nada que surpreende quem vem acompanhando o ritmo dos vereadores da base, servidores do prefeito desde janeiro de 2017. Com direito a “cala-boca” em plena tribuna, contra o único parlamentar que ousa criticar o rei.

Controvérsia

Saindo das ‘tocas’
Como fruto da temporada de Carnaval, algumas figuras que gravitam em torno de lideranças políticas em Guaratinguetá, após quatro anos de ‘hibernação’, saíram da ‘galeria’ dos criticados (por não terem realizado a festa) para ‘vitrine’ dos críticos, pelo simples fato de que ‘alguém’ deliberou fazer o espetáculo…

Contagem Regressiva

253 dias!!! 
Estamos no ano eleitoral. Apenas 32 semanas, precisamente 253 dias nos separam das eleições para deputados e afins… Mas já tem gente contando os dias (cerca de 979) para as eleições municipais de 2020, onde deverá ocorrer a renovação das câmaras municipais e de várias prefeituras! Quem viver, verá…
Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?