Os Bastidores da Política

Tabuleiro de xadrez

A 168 dias das eleições (se não forem adiadas) – 23 semanas, e no pós alinhamento partidário encerrado no início do mês, o mercado político começa fazer as contas buscando prever a representatividade das siglas na futura legislatura em Guaratinguetá. Confira a projeção na opinião dos cientistas da Terra de Frei Galvão:

 

Seis por duas – Quando muitos davam os tucanos apenas como coadjuvantes nesta eleição, não imaginavam que em apoio ao Dr. Marcelo Meirelles como vice na majoritária de Argus Ranieri, o partido armaria artilharia pesada para garantir representatividade na futura Câmara. Pelo Watts chegam informações que os médicos Edson Riccomi, Rogério Barbosa e Eduardo Cosenza já estão em campanha velada para o Legislativo, junto com Marcelo Pazzini, Zezão e nada mais, nada menos que o ex-prefeito Francisco Carlos. Isso mesmo, Chico Hair em pessoa para vereador. Pelos cálculos daquele ‘dinossauro’ do PSDB local, a ideia é conseguir duas cadeiras na apuração inicial e mais uma na repescagem.

 

A cereja do bolo – Se o PSDB do candidato a vice de Argus Ranieri está se municiando para Câmara, o MDB se articula para compor a maioria no futuro plenário. Com expectativas de votos Ney Carteiro, Vantuir Farias, Ferri da Rocinha, Fabrício da Aeronáutica, Tia Cleusa, Péssimo Pereira ‘e outros’, vão se virar nos trinta para conseguir entre eleitos e reeleitos pelo menos três cadeiras – com ajuda, é claro, do pessoal que deve empurrar o carro alegórico…

 

Fiel da balança – Com uma campanha ‘minuciosamente’ orquestrada, o bloco do prefeiturável Junior Filippo ganha as ruas para esta temporada de caça aos votos no propósito de conquistar a Prefeitura e emplacar duas vagas na Câmara – podendo conquistar a terceira na sobra geral dos votos. Disseram que entre as dezessete apostas do PSD para o Legislativo, destaques para Marcelo Coutinho – o Celão, Marcelo da Santa Casa, Rosa Filippo, Orville Teixeira, Anita da Codesg, entre outros que podem surpreender na renovação dos vereadores prevista em pesquisas.

 

República dos Bacanas – Após intermináveis cálculos e projeções de cociente eleitoral, os governistas esperam a pandemia passar para sair a campo em busca dos votos para provavelmente eleger quatro vereadores para próxima Câmara, no PSC de Marcio Almeida, que além dele, reúne no palanque da reeleição de Marcus Soliva, pelo partido, João Pita, Pedrinho Sannini, Arilson Pereira, Dani Dias, e entre outros com expetativas de votos, Irene Cobradora. O bloco do prefeito também é reforçado pelo PL – o novo partido do vice, ‘de novo’ – com o desafio de atingir o cociente eleitoral apostando no suplente Dr. Wernek e no ainda vereador Marco Evangelista. A título de lembrança, a sigla contava com a projeção de votos de Rogerio Barbosa, que era do partido, mas segundo a patuleia, o médico preferiu ‘cantar em outra freguesia…

 

Furando o bloqueio – entre o pretensionismo de alguns líderes partidários em preencher as vagas da futura Câmara – a partir de seus filiados mais destacados do cenário político da cidade – a realidade dos novos candidatos e de partidos como o PT, que destaca Dr. João Carlos, o PRTB de Salomão, e César da Rural que também poderão surpreender, garantindo espaço e presença na Casa de Leis.

Façam suas apostas…

 

Não sei se vou ou se fico

Mesmo com todo empenho do ex-vice que também prefeiturou em Cruzeiro, Rafic Zake, em afirmar a pré-candidatura de Celso Lage para concorrer contra a reeleição de Thales Gabriel, ainda é forte na periferia os rumores que o ex-prefeito ‘pulou no mato’, quer dizer, desistiu. Com um grupo montado com o que sobrou da oposição, Rafic motiva os companheiros, e aos 45 do 2º tempo poderá disputar vaga na Câmara.

 

‘Bem me quer, mal me quer…’

É público e notório em Cruzeiro que o ainda vereador Paulo Vieira, que ultimamente anda jogando acenos para vários grupos, busca chamar atenção do prefeito Thales Gabriel para uma espécie de ‘chega mais’. Suas últimas postagem nas redes sociais, deixou opositores de ‘saia justa’ – leia-se Marco Aurélio e Thauzer do Sergio Antonio, ao insinuar que havia cheiro de uma aproximação da dupla com os governistas. Para muitos, a mensagem cifrada de PV tem mais ‘a ver’ que simplesmente afirmar que a oposição não tem ‘nomes’ para enfrentar o ‘homem da caneta’.

 

Resposta rápida

O assunto da suposta aliança de opositores com o prefeito Thales Gabriel nem bem viralizou nas redes sociais de Cruzeiro, e o ex-vereador Marco Aurélio já rebate em alto e bom tom: “nunca apoiaria este atual governo”. Durmam com este barulho…

 

Dragão

Num cenário eleitoral ainda em definição na capital dos contraditórios, digo, Cachoeira Paulista, onde nomes como Elbom Fontes, Mineiro da Funerária e Fernando Hummel ‘flertam’ com os eleitores em queda de braços com os veteranos João Bosco Torrada, Domingos Geraldo e Dada Diogo – todos querendo ser prefeito, surge o Dragão soltando fogo pra todos lados e com ‘salvo conduto’ da Justiça Eleitoral para disputar. De acordo com os bem informados, Aloísio Vieira conseguiu trégua no TRE e vem quente para a eleição. Apostam que dos seis pré-candidatos mencionados, dois desistem ou aceitam convite para ser vice. Durmam com este barulho…

 

Quinta-feira máxima

Rolou entre os ‘watts’ do mercado político de Lorena, que se não fosse o isolamento social, a sessão de Câmara da próxima quinta-feira, registraria público recorde. Uns para constatar que ‘não existe negócio bom com pessoas ruins’ e outros, para ver com ‘qual cara de pau’ o vereador que responde na Justiça por desvio de dinheiro público, improbidade por obras que nunca existiram, receptação de carro roubado, entre outros, vai estar no plenário tentando manipular a destituição da presidência da Casa. Qualquer semelhança com os fatos que destruíram a economia da administração pública – leia-se Prefeitura no período de 2008 a 2012, não seria mera coincidência, porque o protagonista é o mesmo! Perguntem ao homem que fez fortuna no eixo Caçapava-Lorena e cassou dois prefeitos no período…

 

Pau que bate em Chico…

…bate em Francisco – a tragédia de 2012 – como ficou conhecida em Lorena – devido do desmonte que fizeram na Prefeitura, poderá voltar na cidade na versão “vale a pena ver de novo”, a menos que a população decida pelo “não vale a pena ver de novo”. Pelo menos essa é a esperança de muitos que pegaram gosto em ver a cidade organizada e limpa; economia municipal equilibrada com vários investimentos próprios nas obras de contenção de alagamentos e pavimentações; amplo atendimento social e projetos de renda à população de per capta baixa e, entre outros, o importante: saber que ninguém está tomando de assalto os recursos da Prefeitura. Com a palavra, os eleitores diante dos palanques que se apresentam para 4 de outubro – quem compara, vota…

 

Bola de cristal

Rola entre os cientistas políticos de Pinda que assim como João Ribeiro (Cidadania) poderá ser candidato a prefeito no lugar de Luiz Rosas (PTB) na coligação de seu grupo, Rafael Goffi (PSDB) pode ‘juntar os trapos’ e ser o vice de Vito Ardito (PP) no ‘frigir dos ovos’ das convenções partidárias…

 

Com que roupa eu vou?

Enquanto alguns prefeituráveis de Pinda ameaçam se juntar para formar dupla – prefeito e vice – o candidato à reeleição Isael Domingues tem nomes de sobra para escolher nos sete partidos de sua base eleitoral. Segundo a especulação, Roderley Miotto, recém-ajustado no Podemos, poderá substituir Ricardo Piorino, que talvez por ser um dos principais articuladores da campanha de Domingues, siga secretário num provável segundo mandato.

 

Boa notícia, mas…

…poderia ser melhor A semana foi produtiva à administração Fabio Marcondes, com a apresentação do Projeto de Renda Emergencial Temporária, que beneficia 5.851 famílias de baixa renda em Lorena, com aporte financeiro de R$ 244,84 – em duas parcelas. A notícia criou boas expectativas na cidade por se tratar de uma iniciativa inédita e com recursos próprios da Prefeitura. Só não foi melhor porque a Câmara, leia-se mesa administrativa, não atendeu a convocação do Executivo para realização de uma sessão extraordinária na última sexta-feira, mesmo com a vice-prefeita Marietta Bartelega, assessorada pelo jurídico Dr. Adriano Aurélio e pela secretária de Assistência Social, Zeila Pozzatti reunindo-se com os vereadores para apresentação dos detalhes do projeto. Parece que o regimento do Elcinho Vieira não permitiu…

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?