Bastidores da Política

O retorno
O ex-presidente Luiz Fernando, que move ação de danos morais contra atual gestora do Clube, esclarece acordo sobre dívida com a Prefeitura. (Foto: Da Redação/Atos)
Luiz Fernando

A notícia de que o ex-secretário de administração da Prefeitura de Lorena, Luiz Fernando de Almeida, está retornando à Lorena ainda até o final deste ano agitou as ‘torcidas organizadas’ de várias liderança do pedaço.

Popularizado como multifuncional na plataforma política do prefeito Fábio Marcondes, Luiz alimenta expectativa no mercado eleitoral (principalmente na oposição) como espécie de ‘coringa’, cujo nome se encaixaria desde uma cabeça majoritária, como soma para vice, ou até mesmo na articulação interna da base governista.

A Lei da Compensação
A tentativa do vereador Elcio Vieira Jr (PV) em aprovar uma emenda impositiva de mais de R$1 milhão no próximo orçamento de Lorena pode dificultar o prefeito Fábio Marcondes a manter o repasse de verbas anuais destinado às associações assistenciais de Lorena. A conta é simples: Elcinho faz sua política pessoal à uma entidade e prejudica a vida financeira das outras mais de dez, que sobrevivem às custas de recursos municipais.
Governabilidade
Felipe Cesar
Felipe Cesar

Circula pelos corredores da Câmara de Pinda que o presidente eleito, Felipe César, acenou para governabilidade do prefeito Isael Domingues para o próximo biênio.

Segundo a boca pequena, o desempenho em agilizar os interesses do Executivo que o ainda presidente Magrão não conseguiu no comando da Casa, mesmo sendo da bancada governista, Felipe não terá dificuldades em praticar, devido sua influência e habilidade.

Sinal de fraqueza
A tentativa frustrada (por duas vezes) do prefeito de Canas, Lucemir de Vagar, digo, do Amaral, em tentar voltar com a reeleição para presidência da Câmara (com a finalidade da reeleição de Riccely) mostrou sinal de enfraquecimento na política local. Comenta-se que só não ficou pior a situação, por seu irmão Lucimar, estava acessível ao ‘tapa buraco’, elegendo-se presidente da Câmara por 5 votos a 4.
Temporada de pre$entes
Depois de amargar quatro votos contrários na Câmara de Canas, ‘alguns politiqueiros’ do pedaço dão como certo que o prefeito Lucemir de Vagar já se conscientizou que vai ter que liberar o Papai Noel para visitar os vereadores neste Natal, numa tentativa de aprovar suas duas contas que chegaram rejeitadas do Tribunal de Contas do Estado. Falam ainda que tem vereador com o saco vazio esperando a passagem do ‘bom velhinho’. Perguntem ao vice, Ângelo Gláglia!!!
E por falar em contas…
…o prefeito Fábio Marcondes teve suas contas de 2015 aprovadas pela Câmara de Lorena esta semana. Mesmo tendo aprovação do Tribunal de Contas e quinze votos favoráveis dos vereadores, Pedro da Vila Brito pegou pilha do Elcinho para votar contrário e fazer um discurso faraônico em sua justificativa. Ah! Falaram que até o ‘enTão’ presidente foi favorável, dissimuladamente numa tentativa de amenizar sua ‘barra pesada’ com o gabinete, principalmente agora que vai cair na vala comum do plenário. Perguntem ao Beto Pereira!!!
A hora da traição
O mercado político de Cachoeira está desapontado com o vereador Breno Anaya, que em troca das benesses do prefeito Edson Mota, promete trair descaradamente o ex-prefeito Fabiano Vieira, na votação de suas contas de 2013, provavelmente na sessão desta semana. Segundo a patuleia, nada demais votar contra, se Fabiano não fosse seu descobridor e patrocinador de sua vida pública, quando nem sonhava com a vida pública. Comenta-se como o menino de calças curtas, de anos atrás, gostou tanto da ‘vida pública’, que resolveu ‘viver’ literalmente do ‘dinheiro público’. Perguntem ao vice, Domingos Geraldo!!!
Brincando de peteca
A julgar pela urgência do projeto do Executivo que avança na Reforma Administrativa, tem vereador, ou melhor, vereadores brincando de ‘jogar petecas’, criando situações para procrastinar a votação. Ocorre que o gabinete, após os ajustes internos e necessários para elaboração da menção, dividiu o projeto em três etapas para facilitar a compreensão dos parlamentares; a primeira votação seria o organograma da Reforma, a segunda, a questão dos comissionados internos e externos, e por último, a revisão geral de todos os funcionários em seus cargos e salários. Mesmo com o risco de prejuízo geral a todos servidores de Pindamonhangaba, os ‘jogadores de petecas’ não votaram nem a primeira fase do projeto. Com a palavra o “4 R’s” – Roderley, Renato, Ronaldo e Rafael…
Ventos dos corredores
Ainda sobre o retorno de Luiz Fernando de Portugal a Lorena, circula pelas esquinas da Praça e adjacências que sua maior motivação foi os seus opostos que ousaram falar que mudança ao exterior, se traduzia em plano de fuga. Agora aguentam…
Fazendo a diferença
Parece que o sucesso das ações do Fundo Social de Pinda, sob o comando da primeira dama Cláudia Domingues, tem dado efeito duplo na cidade; ao mesmo tempo que está extraindo admiração da população, tem ‘emudecido’ a oposição, talvez pela relevância dos serviços. Além de desenvolver diversos projetos voltados ao atendimento de crianças e idosos, a primeira dama intensificou ao longo do ano a realização de parcerias com o Estado para oferta de cursos de qualificação profissional. Um convênio em destaque é com o PEQ (Programa Estadual de Qualificação Profissional), que formou no fim de outubro noventa moradores em cursos gratuitos de técnico em vendas, auxiliar de contabilidade e assistente administrativo.
Saldo positivo
Tem gente torcendo para que a Câmara de Pinda não embace na votação das doações de áreas destinadas a três novas empresas que estão sinalizando suas instalações no município. A notícia da chegada dos empreendimentos, que devem gerar cerca de 150 novos postos de empregos, repercutiu positivamente na política local como resultado do empenho do prefeito Isael Domingues, que busca impulsionar a geração de empregos na cidade. O temor dos eleitores é de uma eventual retaliação da oposição, já que o trabalho desenvolvido por Isael e sua equipe de Desenvolvimento Econômico tem gerado resultados expressivos. De acordo com dados do Ministério do Trabalho, Pindamonhangaba é a cidade da região com o melhor saldo na geração de empregos em 2018.
Rescaldo do desgoverno
É voz corrente, entre os bem informados de Potim, que após um levantamento minucioso do delegado de repressão ao ‘crime do colarinho branco’, Francisco Sannini, pelo menos oito médicos que atuaram na Saúde de Potim, no período do ex-prefeito Edno Félix – o Nenê, vão ter de devolver mais de meio milhão aos cofres públicos, por recebimento acima da realidade dos serviços. Já ao ex-prefeito e sua sobrinha, ‘casualmente’ secretária de Saúde de sua ‘náufraga gestão’, além do ressarcimento financeiro, os rigores da lei.
Quem compara, vota!
Marcus Soliva
Marcus Soliva

Num cenário de eleitores que se dividem basicamente em quatro preferências, a equipe de ‘linha de frente’ do prefeito Marcus Soliva avança em alianças saudáveis articulando uma eventual disputa a reeleição em 2020.

Mesmo enfrentando um vendaval de críticas patrocinadas pelos opostos de Guará, que buscam perverter no pior, benefícios que a população vem recebendo como qualidade de ensino, saúde em alta, pavimentação em muitos bairros, melhoria na segurança através monitoramento por câmeras, cidade limpa e organizada e entre outros mais, seriedade administrativa e respeito ao erário público.

Harmonia entre poderes
Guilherme e Pedro Paulo
Guilherme e Pedro Paulo

O presidente da Câmara de Silveiras, Pedro Paulo, fez questão de visitar o prefeito Guilherme Carvalho pessoalmente, esta semana, para entregar o cheque de R$ 100 mil, resultado a economia do Legislativo ao longo do ano.

No mês de junho, Pedro já havia antecipado o retorno de R$ 40 mil (totalizando agora R$140 mil), para unir esforços com Guilherme na compra de uma van para o transporte de estudantes.

O fato teve boa repercussão entre a população, que mede a grande diferença em comparação aos regimes anteriores, onde sequer a população imaginava os valores que rolavam entre a ‘velha Câmara com a retrógrada Prefeitura’.

 O que muitos querem saber
Mesmo com rumores de que o vice Regis Yasumura está com um pé fora da canoa, Marcus Soliva programa lhe passar o cargo em seu período de férias! Só não souberam dizer se haverá ‘tinta na caneta’???
Em Baixa
Pindamonhangaba – O novo presidente da Câmara, Felipe César (PV), que apesar de ser um agente público, na opinião da ‘arquibancada” anda falhando no atendimento e na publicidade de seus atos. Mesmo estando em seu sétimo mandato, parece que o vereador até hoje não se atentou ao fato de que as mídias, através de suas publicações, são responsáveis por fazerem o “meio de campo” entre as autoridades e o povo. Numa época marcada pela cobrança dos brasileiros por mais transparência, Felipe César parece decidido a ir na contramão. Enquanto o novo chefe do Legislativo não se “moderniza”, os moradores continuarão às escuras, sem saber por fontes oficiais quais serão as diretrizes da nova mesa diretora.
Em Alta
Lorena – A vice-prefeita e presidente do Fundo Social de Lorena, Marietta Bartelega, que buscou novos cursos, incentivou inscrições e a presença de alunos nos cursos profissionalizantes da Escola Milton Balerini, que formou cerca de quatrocentos alunos na última semana, durante solenidade na sede do Provim, no Salesianos. Marietta já anunciou para o próximo ano uma participação ainda maior de alunos, e pretende junto ao Fundo Social do Estado a liberação de novas disciplinas através do perfil industrial da cidade. Enquanto uns acreditam que já é o momento da politicagem, de olho em 2020, a vice mostra que a futura campanha da prefeiturável deve ser baseada mesmo em resultados.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>