Bastidores da Política

Para-choque

Ernaldo Marcondes
Ernaldo Marcondes

Satisfazer as exigências do pessoal de Aparecida na área da saúde, realmente não é tarefa para qualquer mortal.

Após administrar as inúmeras ‘faltas’ do setor como verbas, médicos, estruturas e principalmente dívidas, o prefeito Ernaldo Marcondes conseguiu, enfim, contratar uma OS – organização social – a Gamp, para otimizar atendimento à população.

Como a especulação política não perde tempo, mal a empresa conheceu os ambientes de trabalho, já começou a receber as críticas e os questionamentos de seus eventuais apontamentos na Justiça.

Consideraram na pizzaria do Augusto (em frente ao Pronto Socorro) que a empresa pode não conseguir resolver o problema da saúde, mas já absorveu as críticas endereçadas ao prefeito. Vai que a ideia seja exatamente esta…

Sensível diferença
A atitude do prefeito de Silveiras, Guilherme Carvalho, em deliberar que pacientes em tratamento de saúde fora do município devem receber um subsídio da Prefeitura para alimentação, além do transporte, já está sendo analisado por gestores de outras cidades. Segundo Guilherme, muitos passam o dia todo envolvidos em viagem, consultas e procedimentos e não têm recursos para se alimentar. Diante a divulgação da medida, muitos lembraram que num passado não muito distantes, pacientes tinham que até pagar pedágio…

Por essas e outras…

Guilherme Carvalho
Guilherme Carvalho

….com menos de dois anos no comando da Prefeitura de Silveiras, Guilherme Carvalho teve seu governo avaliado em quase 80% de aprovação, principalmente no quesito honestidade.

Segundo recente avaliação de um instituto ligado ao Estado, o atual prefeito conseguiu reconhecimento junto à população por conseguir equacionar soluções para casos pontuais, mesmo sem os recursos devidos.

Volta por cima

Thales Gabriel
Thales Gabriel

Com os números de seu governo rumo a estabilidade, o prefeito de Cruzeiro prepara sua equipe de trabalho para mudar definitivamente a realidade do município em todos os sentidos.

Thales Gabriel foi um dos mais bem avaliados pela Casa Civil, se posicionando entre os gestores do Vale que mais se destacam em excelência administrativa.

Diferentemente de sua antecessora, que em oito anos se destacou apenas em ostentação, tipo funkeira…

Metamorfose
Quem se prepara para um segundo semestre de avanço na política de Lorena é o vereador Fabio Longuinho, herdeiro do apoio político do ex-prefeito Paulo Neme, que tem sua marca de atendimento social da cidade. Longuinho, que por força das circunstâncias iniciou seu mandato em tonalidade de oposição, teve uma aproximação positiva com o gabinete do prefeito Fabio Marcondes, o que abre espaço para suas reivindicações na Prefeitura, em resposta aos seus eleitores.

Abrindo precedente
Há quem garanta no mercado político de Lorena que o Tão do Vaguinho atirou no próprio pé ao dar ouvido ao seu mentor, cassando o mandato do Luizão por decreto. Pela justificativa do ato, considerando que o vereador que for declarado com direitos políticos suspensos, terá o mandato extinto sem a exigência expressa de trânsito em julgado, abre precedente para outros parlamentares entrarem na mesma zona de risco. É sabido por todos que o vereador Elcio Vieira Jr tem duas condenações tramitando em segunda instância, que suspendem seus direitos políticos também, sendo que uma delas, determina a perda do cargo que eventualmente esteja exercendo. A pergunta que não quer calar: No caso do Elcinho, Tão vai agir com os mesmos rigores que aplicou no episódio do Luizão, ou vai afrouxar a tanga por que que se ‘molha de medo’ do homem???

Tribuna livre
Há quem aposte no mercado político de Lorena que a ‘república dos vieiras’ cometeu um erro estratégico extinguindo o mandato do Luizão, consequentemente abrindo a tribuna da Câmara para o Marquinhos da Colchoaria, que assume a vaga com uma linha independente e sem o ônus de exercer o mandato como refém de nenhum mortal, a exemplo dos 40% dos integrantes do Legislativo hoje, onde duas facções se unem para tentar a permanência do acesso ao cofre.

A praça é nossa
Depois de um longo período de espera, os moradores de Canas estão perto de ganhar a prometida Praça. Corre entre empreiteiros e construtoras que o processo de licitação está aberto, e provavelmente o recurso está no caixa. De acordo com boataria local, esta deverá ser uma das únicas obras a marcar a passagem de Lucemir do Amaral pelo comando da cidade, para elogio ou críticas, dependendo de ‘produto final’!!

Leilão de votos
Quem passa pelo Ponto Chique (o cafezinho mais politizado de Guará) nesta temporada de pré-campanha, dá a impressão de que tem ‘agentes políticos’ com grande concentração de votos nas mãos, principalmente quando aquelas ‘viúvas’ do Coronelzinho e do Chico Hair estão no pedaço. O curioso é que todos estes intitulados cabos eleitorais de alta concentração de votos ainda estão soltos e sem um ‘candidato pra chamar de seu’. Perguntem ao Martins!!!

Polícia Federal
Parece que a procura pelo paradeiro do prefeito Edson Mota aumentou em Cachoeira Paulista, depois que ele supostamente teria ‘aceitado’ uma carona com policiais federais na última quinta-feira, quando saia do Fórum após uma audiência. Segundo a patuleia, tudo deve ser uma estranha coincidência, mas o suficiente para deixar muitos de seu primeiro e segundo escalões com ‘as barbas de molho’, já que delação premiada virou moda em tempo de Lava Jato.

Sempre alerta
O prefeito Isael Domingues resolveu o problema de endereço postal do Grupo de Escoteiro de Pinda, que há muito buscava um local próprio para suas atividades. Esta semana ele recebeu uma representação significativa de escoteiros em seu gabinete, oportunidade em que fez o anúncio oficial que eles passam agora a contar um espaço próprio, no Jardim Padre Rodolfo, distrito de Moreira Cesar. A iniciativa discreta e sem muito alarde do prefeito acabou agradando ‘gregos e troianos’ no mercado político, que observam o fortalecimento de seu nome no social.

Remando contra
Se não bastassem a falta de recursos para gerenciar a Prefeitura de Silveiras, agravada pela passagem prolongada da ‘motolândia’, que quase faliu a cidade, o prefeito Guilherme Carvalho está enfrentando representantes da velha guarda, buscando travar sua governabilidade na Câmara. Esta semana, quando foi votada a doação de um espaço para construção da nova Delegacia da Polícia Civil, a oposição tentou esvaziar a sessão, provavelmente para prejudicar a doação da área. Felizmente, o suplente Valdinei, que assumiu a vaga de um dos faltantes, votou favorável ao projeto do Executivo, que ganhou a parada por 6 votos a 3. Que venha a nova delegacia…

Chumbo trocado não dói
As pré-campanhas de Rafael Goffi (PSDB) à Câmara Federal por Pinda, e a de Diego Miranda (PSD) à Assembleia Legislativa por Cruzeiro, devem se cruzar pelas cidades do Vale nos próximos 90 dias, mas não de forma oficial como imaginaram. De acordo especulação política, Diego não resistiu o assédio de Marco Bertaiolli, e celebrou aliança oficial pelo PSD. Por outro lado, Goffi, que joga extraoficialmente com alguns estaduais de sua própria cidade, tem acordo ‘casado’ com Ramalho da Construção. Ou seja, ‘chumbo trocado’…

Fogo amigo
Circula entre os bem-informados de Potim que por uma questão de estratégia futura, a prefeita Erica Soler tem procurado manter uma distância segura do seu eventual concorrente em 2020, que por um instante, chegou frequentar as dependências mais importantes da Prefeitura. Disseram que até uma central de ‘monitoramento humano’ foi implantada pelos corredores da administração, para detectar eventuais ‘agentes secretos’ infiltrados no governo.

Efeito contrário
Se a oposição de Guará imaginou fragilizar o prefeito Marcus Soliva com a sequência de críticas em cima de sua administração, somado  ainda o trabalho do tatuado que cheira bode em dia de chuva, o efeito foi contrário. Ventos dos corredores do Palácio de Vidro dão conta que até em reeleição o homem passou a falar. E pra ‘matar’ a patuleia de raiva, uma pesquisa ligada ao Estado, que avaliou gestores em cidades de interesse do governo, apontou Soliva entre os melhores no quesito eficiência.Em Alta
Lorena… A Prefeitura, que anunciou que não enviará sua delegação de atletas para a disputa dos Jogos Regionais deste ano, no Litoral Norte, em contraponto à série de problemas encontrados em competições anteriores, como a baixa organização e a falta de estrutura para alojamento e atuação dos atletas. Além disso, a cidade destacou que deve utilizar o orçamento previsto para custear as viagens, algo em torno dos R$250 mil, em obras de modernização no CSU (Centro Social Urbano). A ideia é dar força ao caráter formador do esporte.

Em Baixa
Lorena… A Câmara, que depois de decidir pela retirada do mandato de Luizão, por meio de decreto, com base em processos judiciais que estipulam a perda dos direitos políticos, ficou agora contra a parede, já que o vereador alvo não é o único na Casa a ter uma condenação nas costas. No caso de Élcio Vieira Junior, o Elcinho, são três, o que leva ao questionamento de como o presidente do Legislativo vai agir. Afinal, a lei é para todos, ou apenas quando convém? E por falar em condenação, tem outro vereador que não deve ter gostado nada do texto do decreto, se é que conseguiu ler (e compreender) o conteúdo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>