Bastidores da Política

Prefeito por trinta dias

Marcus Soliva ao lado de seus principais secretários e do vereador João Pita, assina a transmissão de posse do governo ao vice Regis Yasumura, durante suas férias

O vice-prefeito Regis Yasumura recebeu o comando administrativo de Guaratinguetá na manhã desta segunda-feira, pelo período de 30 dias, em função das férias do titular Marcus Soliva.

A transmissão de posse ocorreu no gabinete da Prefeitura, acompanhada pela imprensa, secretários municipais, assessores e apenas dois vereadores, entre eles o líder do governo na Câmara, João Pita.

Regis deve cumprir expediente da sede do Executivo, manter visitas periódicas nas obras que se encontram em andamento no município e deverá representar Marcus Soliva em alguns agendamentos junto ao governo do Estado.

Sob nova direção
O vice-prefeito de Guará, Regis Yasumura, mal assumiu o comando da Prefeitura (prefeito por vinte dias) e já sentiu ‘na pele’ que nem tudo se resume em gabinete com ar condicionado. Em menos de 8 horas de governo já chegaram das ruas os gritos da população de 22 bairros que ficaram sem água, em razão do rompimento das adutoras do Saeg e pior, Marcus Soliva não estava mais por perto para levar a culpa. O fato de Soliva tirar os primeiros dias do ano de férias se tornou comum na cidade, exceto aos cientistas políticos que tentam saber a quantia de tinta na caneta e os limites da autonomia. Ah! Lembraram que em férias anteriores, o vice em exercício chegou a pensar em ‘voz alta’ sobre uma eventual lentidão de Soliva no quesito atendimento, e entre outras, na superexposição de comentários: “se fosse eu o prefeito…”!!!

Bendito recesso…
Há quem aposte que este é o melhor período para as férias de Soliva por coincidir com o recesso da Câmara, evitando que o vice não tenha que recorrer aos vereadores, e lembrando que os devaneios de Regis provocaram recentemente atrito no relacionamento do gabinete com o presidente da Câmara, Marcelo Coutinho – o Celão por quebra de acordo. É voz corrente que para o Celão não levar à frente sua candidatura a deputado em 2017, houve uma proposta que ele seria o vice em 2020, mas antes da virada do ano a ‘maionese desandou’…

Poderia ser pior
As fortes chuvas do final de semana provocaram falatórios nas redes sociais e pelas esquinas de Lorena. Moradores da área crítica do Bairro da Cruz – onde anteriormente inundava em qualquer chuva – saíram em defesa do prefeito Fábio Marcondes porque poderiam ser piores os focos de alagamentos se não fossem as novas galerias construídas em vários locais da cidade. De acordo com a Defesa Civil, o volume das chuvas foi acima da normalidade, mas os estragos foram contabilizados apenas nas áreas onde a Prefeitura ainda não conseguiu implantar obras de escoamento das águas pluviais, em especial aos que seriam contempladas com os recursos do financiamento – via Finisa da Caixa Econômica – que a Câmara não permitiu.

MMA versão política

Max do Casemiro

A temperatura esquentou entre o vereador Max Miranda (do Casemiro) e o Alexandre Assis, do Observatório da Moralidade e Ética de Cachoeira, por conta do prefeito Edson Mota.

Que o ‘homem’ não está podendo mergulhar em águas profundas para evitar que o vereador morresse afogado, todos imaginavam, mas a surpresa deste final de semana em Ubatuba foi que o filho do Casemiro demonstrou tanto interesse na defesa da ‘Motolândia’, que saiu no tapa com Assis.

Para resumir, um encontro ‘casual’ num restaurante da cidade litorânea a coisa virou caso de polícia, ou seja, Max, com alguns ajudantes, partiu para cima de Alexandre com socos e pontapés.

Houve BO e abertura de ação criminal por tentativa de homicídio. É claro que a Câmara deverá fazer ‘vista grossa’ para esta explícita quebra de decoro…

Rádio peão

Torrada

Tem gente em Cachoeira apostando que o vereador Max – porta-voz de Edson Mota – não vai cumprir a promessa de apoiar a candidatura do prefeiturável JB Torrada, como vem declarando nas redes sociais.

Aliás, apoio que vem sendo questionado pelos eleitores inconformados com o rumo que a cidade tomou,  segundo os bem informados. Ah! Falam que se houver de fato este apoio, do jeito que as coisas andam, pode ser que venha por entre as grades de uma cela.

Perguntem ao Alexandre Assis!!!

Fogo amigo
Parece que os infiltrados na administração pública de Pinda estão ‘nadando de braçadas’ nos bastidores do trabalho – sob o comando da oposição. Denúncias que vários contratados pelos governos anteriores estariam praticando a ‘operação tartaruga’ e sabotando até atestados médicos já chegaram às redes sociais. A ideia, segundo a patuleia, é fazer o prefeito Isael Domingues ‘sangrar’ na política, justamente no período em que ele mais precisa de todas as equipes de trabalho em plenas atividades.

Campo minado
O ‘ministério da política’ adverte: postulantes ao Legislativo vão ter que apelar para internet para conseguirem convencer os eleitores em pouco mais de um mês de campanha que seu nome é ‘o que há’. O perigo será cansar a beleza dos internautas e driblar os fake news que prometem derrubar muitos candidatos, lembrando que quem chega na mina primeiro bebe água limpa e nem todos têm acesso e nem entram nas redes sociais para ver autopromoção de quem busca ser vereador. Se fosse assim, aquele ‘porco tatuado’, que bomba na internet, teria sido o mais votado em 2016 e não estaria explodindo com tantos processos nas costas…

Tendência
A menos que surja um fato novo, quer dizer, um candidato novo com potencial em Canas, o próximo pleito eleitoral vai ser disputado na majoritária pela ex primeira-dama Silvana Zanin versus Gustavo Lucena. Pelo andar da carruagem, do lado do prefeito Lucemir do Amaral nenhum nome tem sido avaliado pela especulação política local com possibilidades de mudar o cenário. Perguntem ao Laerte Zanin, que diz que é, porém…

A salvação da lavoura
Apesar de cara, a campanha à reeleição da prefeita Erica Soler, só não será mais difícil por conta da diversidade de nomes que vem surgindo como concorrentes, segundo a especulação política de Potim. Disseram que a grande incógnita no caminho da prefeita ainda é nada mais nada menos que João Cascão, que provavelmente reserva uma ‘carta na manga’ para 4 de outubro. Quem viver verá!!!

Corram que os…
…prefeituraveis vêm aí – circula pelas rodas políticas de Lorena que tem empresários, médicos e até padres fugindo de vários postulantes ao Executivo da temporada, que se mancaram que vão precisar de um bom vice para não fazerem feio nas urnas. De acordo com um dos assediados, ser vice não é o problema, difícil é encarar o perfil do candidato a prefeito que formulou o convite…

Tempos difíceis
Seja quem for o ‘felizardo’ das urnas em 4 de outubro na Capital Mariana da Fé, não terá vida fácil na futura Prefeitura porque pelo que se ouviu nos corredores do Judiciário de Aparecida, o Ministério Público deverá continuar mantendo a liberdade vigiada nas deliberações do Executivo, numa ação conjunta que deve durar algumas gestões pela frente. Talvez os comentários de que o ex-vereador Piriquito e Elcinho Ribeiro pensam em lançar candidaturas a prefeito nesta temporada tenha motivado a continuidade do patrulhamento na administração pública.

A praça é nossa!!!

Frangão e Isael

E mais uma praça de Pinda entra na rota das revitalizações, desta vez a da Vila São Benedito – no distrito de Moreira Cesar.

O prefeito Isael Domingues está direcionando R$250 mil para reconstrução da praça, por indicação do popular Fernando Frangão, que por sinal, foi quem conseguiu a verba com a deputada federal Renata Abreu (Podemos).

Detalhe! Frangão, que nem chegou à Câmara como vereador, já demonstra mais serviços à comunidade do que muitos que estão lá.

Ele por duas eleições consecutivas ‘bateu na trave’ com votos suficientes, porém, em partidos errados…

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?