Bastidores da Política

Criatura superando…

Elcio Vieira
Elcinho Vi..ra

…o criador Em tempos passados em que a população de Lorena pensou ter visto de tudo com as mazelas do professor Elcio Vieira, durante vários mandatos de vereador, inclusive quando impediu a Sucos Del Vale de ser instalada na cidade, veio o governo do Doutor Paulo Neme com a revelação do pior: Elcinho.

Com diminutivo apenas no nome de guerra, Elcinho, após desgraçar a saúde política, financeira e emocional de Neme, deixou também um legado negativo no Legislativo na época entre corruptos e corrompidos.

Para fechar a realidade do hoje e o ciclo em comparação ao quadro genético da política familiar em questão, enquanto o pai no passado expulsou a Del Vale de Lorena, o filho – sob a estigma do escracho – impede a Prefeitura de conseguir R$ 10 milhões para obras que resolveriam as inundações de vários bairros periféricos e demais benfeitorias de infraestrutura.

Quem compara vota; ou melhor, não vota!!!

Balão de ensaio

Já dão por certo pelos cafezinhos de Guará que o pessoal da ‘provisória’ atual do PSL local está fazendo planos para eleição de 2020 contando com o ex-secretário estadual da Educação (governo de Alckmin), Herman Voorwald, como possível pré-candidato ao Executivo. Pelo que se ouviu, o plano é ter Herman com destaque no ‘carro alegórico’ para tentar pelo menos duas vagas na futura Câmara. Disseram que a maior dificuldade do grupo será ensinar os eleitores da periferia a pronunciar o nome do prefeiturável…

Juntos & misturados

Argus Ranieri
Argus Ranieri

Corre na boca pequena de Guará que os tucanos estão tentando viabilizar dois passos importantes para a eleição do ano que vem, contando com Argus Ranieri.

O primeiro, o mais fácil, será estabelecer uma aliança do PSDB com MDB para compor a majoritária; o segundo, ainda rendendo apostas no mercado político, seria transferir a filiação de Argus para o PSDB deixando o MDB na carona.

A justificativa é a de sempre: faz parte da estratégia do governador João Doria para ‘presidenciar’ no futuro.
Perguntem ao Pazzini!!!

Termômetro

Vários eleitores de Lorena foram abordados esta semana, numa consulta sobre a eleição do ano que vem. O que mais chamou atenção, segundo os bem informados, foi o ex-prefeito Aloísio Vieira entre os nomes consultados na lista estimulada. Talvez isto explique os rumores de que o Dragão está ansioso para retornar com seu domicílio eleitoral para Terra das Palmeiras Imperiais…

Perguntar não ofende

Quanto custou a catraca eletrônica que o ex-presidente, o ‘enTão’ do Vaguinho, mandou instalar na Câmara de Lorena, no apagar das luzes do seu ‘reinado’? E por que o sistema de crachá – a princípio para controlar quem entra ou sai – que custou uma fortuna, foi suspenso assim que a Casa ‘mudou de mão’? Ah! Quanto tempo vai demorar para a tal catraca ser entulhada naquele quartinho embaixo da escada?

Perguntar não ofende II

'enTão'
‘enTão’

Quanto a Câmara de Lorena continua pagando mensalmente àquela ‘agência de publicidade’, criada e contratada no início do período ‘enTão’ ex-presidente – para fazer a partilha, e que continua ativa e ‘operante’ agora com Maurinho Fradique no comando do ‘cofre’, que por sinal, contará com cerca de R$ 12 milhões de duodécimo somente este ano???

A espera de um milagre

Parece que a prefeita de Aparecida, Dina Moraes, se equipara aos milhares de romeiros que visitam a cidade, ou seja, em busca de milagres. Comenta-se que na reza do Padre Nosso, quando chega no ‘livrai-me do mal’, ele está parafraseando: “da justiça e dos secretários dissimulados que herdei”; na parte do ‘venha ao seu reino’, ela troca: “em minha Prefeitura”; no termo da vossa vontade, ela está pedindo: “seja feito que, quando eu mandar, todos obedeçam”. Ah! O milagre, que a cidade ande e ela, quem sabe, consiga ser candidata…

Excesso de futuro

O mercado político de Pinda, ou melhor, os saudosistas do MDB da cidade reagiram à notícia de que as tratativas da filiação do ex-prefeito Vito Ardito já estaria na fase de visita oficial ao gabinete do deputado Caruso, na Assembleia Legislativa, o que não aconteceu ainda. Parece que os entusiastas do ex-prefeito anteciparam algumas fases – do nome de Vito Ardito ser mencionado numa reunião, como uma possível e futura aliança, a realidade de que até o momento tudo não passa de mera especulação. Perguntem ao Norbertinho!!!

Tragédia anunciada

A notícia da suposta filiação do ex-prefeito de Pinda, Vito Ardito, no MDB, correu como ‘rastilho de pólvora’ no mercado político, provocando até reuniões de emergência em algumas candidaturas da cidade. Avaliaram que, se já estava difícil enfrentar Isael Domingues que corre o trecho em busca de sua reeleição, a dificuldade será pior se o ‘Vitão’ se alinhar com Torino do MDB. Perguntem ao Luiz Rosas!!!

Realidade ou fake?

Vazou nas redes sociais de Guará uma foto da ex-presidente da ACEG Marcia Molina a ‘tira-colo’ com Junior Filippo, durante um encontro promovido pelo prefeiturável, dias atrás. A dúvida sobre um eventual trabalho de fake é que mesmo ela tendo sido comissionada no governo passado do Coronelzinho, no ‘frigir dos ovos’ da última eleição, optou pelo palanque de Argus. No Ponto Chique a indagação: “quem trai uma vez, continua traindo?”

O que muitos querem saber

Com a Prefeitura de Pinda anunciando oficialmente esta semana o cancelando do concurso público que rendeu mais de 32 mil inscrições à empresa que aplicou as provas e falhou nos procedimentos, como fica a CEI instaurada na Câmara, por obra e graça dos 4R’s – Rafael, Renato, Ronaldo e Roderley, que tinha a finalidade de apurar responsabilidades? Será que mesmo com a morosidade da investigação do Legislativo, o relatório vai reforçar a tese para que a IUDS restitua os valores das incrições aos candidatos? Ou a motivação da CEI foi apenas para aproveitar o assunto em evidência na época???

Já pode pedir música

Pela terceira sessão consecutiva, os vereadores de Pinda conseguiram a proeza de não apresentarem ou discutirem sequer um projeto relevante. A apatia e “sonolência” dos parlamentares rendeu até mesmo piadas pelas rodas políticas do Mercadão, onde alguns espirituosos brincaram que a Câmara já pode até “pedir música no Fantástico”.

Coisa de Sato…

No mês em que Ubatuba completa 382 anos, o prefeito Délcio Sato buscou uma maneira inédita para comemorar e homenagear a cidade: uma obra inaugurada ou anunciada a cada dia. Além de uma nova escola e da reforma de unidades de saúde, o chefe do Executivo entregará à população quadras esportivas, vias da região sul pavimentadas e um moderno sistema de iluminação nas orlas de duas praias. Ah! Junto com as obras, uma programação especial com apresentações artísticas, exibições de filmes e palestras. É a primeira vez que as famílias – principalmente da periferia – ganharão tantos motivos para comemorarem o aniversário de Ubatuba.

Pavimentando a reeleição

Tem gente convencida que afirma que a parceria entre o prefeito Isael Domingues e o deputado André do Prado (ambos do PL) é de longe, a que mais rendeu à Pinda nos últimas tempos. Um financiamento estadual de R$ 4,2 milhões, destinados a compra de maquinários e melhorias na pavimentação de diversos bairros, saiu do papel e se tornou realidade dias atrás. Com mais esta melhoria, até a oposição é unânime em dizer que Isael segue ‘asfaltando o caminho’ rumo à reeleição.

De malas prontas

Quem arrumou ‘as malas’ rumo à capital paulista nesta quinta-feira foi o prefeito Edson Mota, segundo comentários das rodas políticas. Após ser afastado do cargo por 180 dias, disseram que não lhe restou nada a fazer em Cachoeira, a não ser ‘arrumar as mala$’ para montar acampamento nas proximidades do Tribunal de Justiça, na esperança de que alguma ‘alma caridosa’ da 2ª Instância se compadeça de sua situação. Afinal, a juíza que fundamentou seu afastamento acatou dados do Ministério Público que somam cerca de R$ 33 milhões de recursos extraídos dos cofres da Prefeitura da sofrida Cachoeira Paulista. A dúvida é se com essa dinheirama toda, vai sobrar ‘roupa’ para arrumar as malas para Brasília. São Paulo, não se compadeça de suas preces…

Mão amiga

Buscando contribuir com comerciantes e barraqueiros que vivem do turismo na Ilha das Couves, o prefeito de Ubatuba, Délcio Sato, e sua equipe têm prestado apoio para que eles se adequem às normas ambientais exigidas pelo Ministério Público. A favor do uso sustentável do local e contra o desmatamento, Sato direcionou diversas reuniões sobre sustentabilidade e cuidados com o ponto turístico.

Em Baixa

Cachoeira Paulista – A Câmara Municipal, que na contramão da Justiça, quando teve oportunidade de investigar o contrato da Prefeitura com a Castellucci (no passado) Gradim (na atualidade) que tomou cerca de R$ 33 milhões dos cofres públicos, se fechou à denúncia um morador que pedia uma CPI para o caso. O que os vereadores, em sua maioria, ignoraram, o Ministério Público levou a sério a pedido de Dadá Diogo, e conseguiu o afastamento do prefeito Edson Mota do cargo, protegido pelo Legislativo, porém, vulnerável diante do Judiciário.

Em Alta

Guaratinguetá – A Associação Comercial, que soube ocupar seu espaço junto a Prefeitura na importante missão da retomada do estacionamento rotativo na cidade. De forma positiva, o órgão que representa o PIB do município, através de seu presidente Ricardo Teberga, foi uma das bases de incentivo ao prefeito Marcus Soliva para a seleção de parceiros no processo licitatório, com possibilidade de oferecer o melhor à população local e regional que movimenta um dos comércios mais pujantes proporcionalmente do Vale do Paraíba.

 

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?