Bastidores da Política

 Disputa de território
Aloísio Vieira
Aloísio Vieira

Corre na boca pequena entre o eixo Cachoeira-Lorena que o ex-prefeito Aloísio Vieira está consultando eleitores das duas cidades para definir seu domicílio eleitoral para 2020.

Pelo que ouve entre os bem informados, o Dragão está mais propenso à disputar na Terra das Palmeiras Imperiais, onde a gestão pública está 100%, do que o campo minado que se tornou Cachoeira nas mãos da ‘motolândia’.

Perguntem ao homem que avista a Padaria da sacada de sua casa…


Trem da alegria

Mario Notharangeli
Mario Notharangeli

A semana foi tensa para o presidente da Câmara de Cruzeiro, Mário Notharangeli, com a informação de que o Tribunal de Justiça apontou irregularidades em pelo menos 15 cargos comissionados no Legislativo.

A notícia caiu como ‘rastilho de pólvora’ nas redes sociais e nos corredores do Judiário da cidade, principalmente pelos valores dos salários pagos a este clã de marajás – que vão de $3.500 a $ 20 mil. Com a palavra o presidente da Casa. Aliás, pelo visto não há muito o que falar a não ser exonerá-los…

Jogando com a sorte
A parcela do mercado político de Guará que joga com a possibilidade do prefeito Marcus Soliva não disputar a reeleição abre o ‘telescópio’ e aposta em empate técnico entre Argus Ranieri (MDB) e Junior Filippo (PSD) na reta final. Apesar de ‘acenar para galera’ em suas raras aparições, o tucano Francisco Carlos não tem empolgado a torcida, talvez por conta de suas contas rejeitas pelo Tribunal de Contas e Câmara Municipal.
Visibilidade
Acertou quem apostou que Junior Filippo encontraria espaço no governo de João Doria. O ex-prefeito de Guará foi nomeado como um dos diretores da Agência Metropolitana do Vale, provavelmente na cota do PSD.
Bola da vez
Ainda que na opinião dos críticos, o prefeito Marcus Soliva não tem dado sorte na política, sua capacidade de gestão, obras e austeridade com o erário público são incontestáveis. Haja visto que numa eventual disputa pela reeleição, o cenário em Guará será outro; a maioria de seus adversários pontuais será visto pelo ‘retrovisor’ de quem larga na frente…

Quase tucano

Dória entre os irmãos Humberto e Sylvio Ballerini
Dória entre os irmãos Humberto e Sylvio Ballerini

Após uma semana de expectativa, o encontro entre o prefeiturável de Lorena Sylvinho Ballerini com o governador João Doria finalmente aconteceu.

Na manhã da última segunda-feira, acompanhado do seu irmão Humberto Ballerini, Sylvinho finalmente trocou ‘figurinhas’ com o governador, acertou detalhes partidários e se esquivou de sair na foto ‘com o pessoal’ que aguardava a vez na sala de espera do Palácio.

Juntos & separados
Parece que por ‘honra da causa’, os Chucky’s – versão Lorena, fizeram questão de cercar o governador João Doria, pelo menos para uma foto, logo após a visita oficial com Sylvinho Ballerni. Talvez para passar a impressão que seguem juntos (porém separados) com o prefeiturável, que vai tentar mais uma vez passar para pelo crivo das urnas, onde rejeição e aprovação de uma eventual e futura equipe de governo deve fazer toda a diferença na decisão dos eleitores. Ah! Parece que o Sylvinho já está mais seletivo quanto ‘algumas’ companhias…
Negócio de ocasião
A discussão sobre o pedido de cassação do prefeito de Cachoeira Paulista, Edson Mota, na sessão de Câmara desta semana, pode não ter dado o resultado esperado pela população, mas para a maioria dos vereadores, foi além do esperado. Disseram que tem parlamentar torcendo para que tenha um pedido deste de cassação a cada mês. Imagem quanto deverá render até o término desta administração. Perguntem ao Max!!!
Lei de Murphy
Se a classe empresarial de Aparecida já tinha um pé atrás com o prefeito Ernaldo Cesar, por conta dos reajustes nos tributos municipais, com a notícia de que a Prefeitura cobra alvará do comércio, mas nenhum dos seus prédios públicos possuem a regularidade, a ‘maionese desandou de vez’. Tem gente na avenida Barão do Rio Branco, prometendo trabalhar contra, se ele for candidato.
Continuidade
Um ‘passeio’ pelo mercado político de Cruzeiro e dificilmente se identifica ‘alguém’ que se habilita num primeiro momento a enfrentar o prefeito Thales Gabriel em sua reeleição. Comenta-se que o índice de aprovação da atual administração tem desmotivado a maioria dos postulantes à disputa majoritária em 2020, exceto os que não tiverem outra alternativa a não ser encarar o sacrifício, ou seja, as urnas, para marcar posição.
Não convidem para…
…a mesma picanha O líder comunitário Dito Bala e o vereador de Pinda, Carlos de Moura – o Magrão, ainda que o churrasqueiro seja o presidente da Câmara Felipe Cesar, e tema do churrasco for ‘diploma, porque te quero?!?!?
Quando você pensa…
…que as coisas não podem piorar… pense no Torrada de Cachoeira Paulista, que além de ‘pisar na jaca’ ‘marrando seu burro’ na cangalha de Edson Mota, jogou fora a oportunidade de ‘vender seu peixe’ nesta eleição como candidato à solução para os problemas, para se apresentar como herdeiro da bagunça do erário público.
Sem dormir no ponto
Enquanto a Câmara de Pinda concentra seus esforços para “melar” os projetos do Executivo, o prefeito Isael Domingues (PR) anunciou na última terça-feira a liberação de recursos para a construção de dois modernos terminais rodoviários na cidade. Devido à confiança gerada pelo equilíbrio econômico das contas municipais, o Executivo conquistou um financiamento de R$8 milhões junto à Caixa Econômica Federal para a construção de um terminal rodoviário no Centro de Moreira César e outro na entrada da cidade, próximo à rodovia Presidente Dutra.
Inclusão

Délcio Sato
Délcio Sato

Buscando garantir atendimento prioritário aos moradores de Ubatuba diagnosticados com o TEA (Transtorno do Espectro do Autismo), a Prefeitura iniciou na última quinta-feira o cadastramento para a emissão de carteirinhas de identificação deste público.

O ato, comandado pelo prefeito Délcio Sato (PSD), possibilitará diversos benefícios aos autistas, como por exemplo a não necessidade de aguardarem em filas de espera para serem atendidos em estabelecimentos privados, como lojas e bancos.

A melhoria complementa uma lei municipal de 2017, regulamentada por Sato, que obrigou os espaços privados a inserirem o símbolo mundial do autismo (fita com quebra-cabeças) nas placas dos caixas de atendimento preferencial.

Virou novela
Parece não ter fim o ‘empurromêtro’ promovido pelos vereadores de Pinda em projetos relevantes do Executivo. O mês de maio terminou e eles ainda “empurram com a barriga” a votação do projeto de Isael Domingues que reajusta 4% no salário dos servidores. Na sessão da última segunda-feira, os parlamentares decidiram adiar novamente a discussão da proposta, sem apresentarem sequer uma justificativa para o ato. A lentidão tem irritado uma grande parcela dos trabalhadores, que teme que o reajuste permaneça “congelado”. A categoria aguarda ansiosamente as cenas do próximo capitulo desta novela, que reporta a guerra política que a Câmara e o Sindicato dos Servidores buscam travar contra a atual gestão municipal.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?