Bastidores da Política

Dose dupla

Prefeito Fábio Marcondes fala sobre política no programa Atos no Rádio
Prefeito Fábio Marcondes fala sobre política no Atos no Rádio

O prefeito de Lorena, Fábio Marcondes, que prefere deixar o assunto ‘sucessão’ para o ano que vem, mas não descarta a possibilidade de apresentar um nome que reúna ou represente seu modelo administrativo.

Marcondes também declarou que combinou sua governabilidade com o presidente da Câmara, Mauro Fradique e que críticas são normais, com exceção de ‘escrachos’ pessoais.

Negócios em família

Numa linguagem coloquial costuma-se dizer que “família em que se administram juntos, trabalham unidos e compartilham lucros e perdas”. Qualquer semelhança com o feudo familiar que comandou a política de Silveiras por mais de duas décadas não se trata de mera coincidência. Onde prefeiturou Edson Mota, também comandou Valdirene Mota e usufruiu Mota Filho. Entre lucros e perdas, comenta-se que ganharam, enriqueceram, construíram, fizeram e desfizeram juntos. Já que a cumplicidade é explícita, estão sendo processados juntos. Perguntem no Fórum de Cachoeira Paulista…

Tiro certo

José Carlos, o Cao
José Carlos, o Cao

Quem ganhou momento de visibilidade no cenário político de Pinda esta semana foi o ex-vereador José Carlos Gomes – o Cao.

Numa oportunidade de participação num programa na Rádio Cultura Distrital, de Moreira César, Cao não hesitou em disparar contra alguns dos atuais vereadores por discursar contra alguns projetos da administração – a exemplo da reforma do Pronto Socorro, e assim que vislumbraram a possibilidade de indicar alguns cargos, mudaram a fala repentinamente.

De onde não se espera, vem
Enquanto alguns palacianos da administração pública de Pinda acreditam que o concorrente ‘mor’ da disputa a reeleição de Isael Domingues (PR) seja o tucano Rafael Goffi, o ex-prefeito Vito Ardito (agora PP) discretamente articula um grupo pontual para levantar sua bandeira em 2020.

Sessão light
Mesmo com projeto polêmico em pauta, a última sessão de Câmara de Lorena seguiu light, que pese os disparos do vereador Fabio Longuinho contra o presidente da Casa, Mauro Fradique. Para o público que acompanha os trabalhos do Legislativo, o clima de calmaria e tranquilidade nas manifestações na tribuna – quando se discutia o final do código de postura na região central da cidade, que obrigava a preservação das fachadas dos imóveis no entorno das praças, imposta por uma lei de 2004 criada para preservar os aspectos arquitetônicos – tinha uma explicação óbvia, a ausência vereador Elcinho Vieira.

“…um elefante incomoda…
…muita gente…” A tranquilidade desta última sessão de Câmara de Lorena agradou tanto o mercado político, que teve gente achando que o vereador Elcinho Vieira deveria viajar mais vezes para os Estados Unidos – como fez esta semana – que ninguém questionaria nem a origem dos recursos. Outros sugeriram sua mudança definitiva para o exterior, e deram dica que o Hamas está precisando de oradores para defendê-lo na Faixa de Gaza…

Mensagem subliminar

Filippo, Gabriel, Soliva, Roni e Bertaiolli
Filippo, Gabriel, Soliva, Roni e Bertaiolli

Quem visualizou nas redes sociais – com ‘ares de cientista político’ – a visita do deputado Marco Bertaiolli na Santa Casa de Guará, na semana passada, não entendeu a intenção da foto.

Bertaiolli chamando para fazer pose com o atual prefeito Marcus Soliva e o ex-prefeito Junior Filippo!

Será que existe uma mensagem subliminar envolvendo as duas lideranças, para um futuro bem próximo? Ou apenas uma ideia repentina de alguma das ‘mentes hábeis’ do grupo?

O que muitos querem saber
Será que precisa este alvoroço todo em torno das visitas quase que semanais do deputado Marco Bertaiolli às santas casas da região, com pretexto de sondar as realidades econômicas destas instituições de saúde, como se o governo não soubesse que a solução seria aumentar o valor pago pelo SUS aos procedimentos médicos e hospitalares?

Triste realidade II
Com o projeto do Hospital Regional para Cruzeiro se tornando ‘conto de fadas’, o prefeito Thales Gabriel não descarta a possibilidade do fechamento da Santa Casa, que acumula dívidas que ultrapassam R$20 milhões. Talvez seja por isso que Thales busca conscientizar o Estado que compartilhar os atendimentos de alta e média complexidade com as santas casas de Guará, Lorena e Cruzeiro seria a ‘salvação da lavoura’ para evitar o caos da saúde pública no Vale Histórico…

Dança das cadeiras
O mercado político de Guará aposta em pelo três mudanças de secretários estratégicos na administração pública, com vista à eleição do ano que vem. Segundo os bem informados, a probabilidade destas possíveis mudanças será a pista que muitos aguardam para ter certeza que o homem de fato vem para reeleição. Aliás, qual a contribuição que o filho daquele ex-prefeito – que tem cara de trovoada – tem dado ao governo de Marcus Soliva?

Queda de braços
Enquanto o jurídico da Prefeitura de Ubatuba e a diretoria da Coambiental disputam na Justiça a continuidade ou não da concessão do saneamento básico da Praia Grande, o prefeito Délcio Sato se une aos mais de 25 mil moradores do bairro, na expectativa de que de uma forma ou outra os serviços necessários e as devidas prestações de contas ocorram. De acordo com as ocorrências recentes, uma equipe de interventores do governo municipal já havia tomado posse do setor administrativo e da Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, mas uma decisão do Ministério Público e do Tribunal de Justiça levou Prefeitura a dar uma passo atrás, até que saia uma nova decisão de um recurso já impetrado em instâncias superiores. Façam suas apostas…

Sobrevida

Marcelo Pazzini, Chico Hair e Carlinho Goulart
Marcelo Pazzini, Chico Hair e Carlinho Goulart

Quem despertou da viuvez política foi o ex-prefeito de Guará, Francisco Carlos. No último dia 5, ele foi indicado como membro titular do diretório estadual do PSDB, ao lado de várias personalidades ilustres do Partido com peso político no Estado como José Serra, Tripoli, Macris – pai e filho, Eduardo Cury e outros.

A parte antagônica da história é que, com exceção Chico Hair, nenhum dos membros titulares indicados para esta nova temporada, perdeu uma reeleição praticamente para votos brancos e nulos.

Perguntem ao Carlinhos Goulart…

 

Remando contra
Para o descontentamento da população de Pinda, novamente a sessão de Câmara da última segunda foi palco de um “jogo de peteca” com projeto relevante. Após pedido do vereador Professor Osvaldo (PR), os parlamentares decidiram pelo adiamento, por trinta dias, do projeto do prefeito Isael Domingues (PR) que busca conceder bolsas de estudos para jovens de baixa renda ingressarem no ensino superior. Não é a primeira e nem a segunda vez que a atitude dos vereadores em retardar a votação de propostas ‘engessa’ ações do prefeito. O exemplo mais recente ocorreu no início do ano, quando por diversas sessões o Legislativo “empurrou” a votação do projeto que concede faltas abonadas e licenças-prêmio aos servidores municipais. Na época, a lentidão dos vereadores causou a indignação dos mais de três mil membros da categoria.

Em Baixa

Guaratinguetá – O vereador Pedro Sannini NOVAMENTE! Desta vez, por tentar barrar o trabalho da Comissão de Ética da Câmara Municipal, através de liminar na Justiça. Na sessão da última quinta-feira, os vereadores foram surpreendidos com a determinação judicial, suspendendo o trabalho de investigação sobre Sannini, que foi alvo de inquérito policial ao se envolver em colisão de veículo, ocasião em que foi flagrado dirigindo supostamente embriagado em local suspeito na cidade de Lorena, numa das madrugadas do último Carnaval. O Legislativo tem 10 dias para responder à Justiça os critérios adotados na formação da Comissão.

Em Alta

 

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

× Como posso te ajudar?