Bastidores da Política

Foto legenda

Marcus Soliva, João Pita, Marcio e Caio França
Marcus Soliva, João Pita, Marcio e Caio França
Entre os vários compromissos da concorrida agenda do prefeito Marcus Soliva e do vereador ‘quase secretário’ João Pita, um encontro partidário com o ex-governador Márcio França e o deputado estadual Caio França – na Capital – para acertos e planejamentos das diretrizes eleitorais do ano que vem.

Em São Paulo, a campanha em busca da Prefeitura da maior cidade do Brasil e, em Guaratinguetá, o processo de reeleição de Soliva com novas alianças.

Quem viver, verá!!!

Prisão administrativa

Edson Nota
Edson Nota

As demissões desenfreadas dos aposentados concursados da Prefeitura de Cachoeira Paulistas, promovidas pelo Executivo, acabou rendendo pedido de prisão administrativa ao prefeito Edson Mota. Advogados que representam um dos exonerados sem justa causa formularam o pedido baseados na desobediência do alcaide em face do pedido do excelentíssimo Juiz de Direito, que determinou algumas reintegrações.

Sob nova direção
Com os BO’s de Pedro Sannini (dirigir alcoolizado e tentar $uavizar os policiais na hora de ser recolhido à Delegacia) ‘batendo na porta’ da Câmara de Guará, coube a ele ceder seu lugar na presidência da comissão de Ética ao vereador Márcio Almeida (ainda PPS), que de pronto acolheu Fabrício da Aeronáutica na relatoria da investigação, juntamente com Marcos Evangelista. Pelo barulho da torcida, já tem gente apostando nas eventuais penalidades, como suspensão da vereança por 30 dias, advertência verbal ou por escrito – ou seja, pizza…
E por falar em ética…
…esta importante comissão nas câmaras da região estão em descrédito perante os eleitores, por conta dos últimos acontecimentos envolvendo seus respectivos presidentes. Em Lorena, o Adevaldir Papa Defunto (que está na mira do Ministério Público) está respondendo por crime de concussão e coação; em Guará, Pedro Sannini responde inquérito criminal na polícia Civil. Talvez seja por isso que quando se falam de comissão de Ética nas rodas políticas, o povo não sabe se ri ou se chora…
Já ganhou
Parece que o ‘vírus’ do já ganhou contagiou as facções políticas de Lorena que gravitam no entorno da pré-candidatura a prefeito de Sylvio Ballerini. Disseram que nem direito à escolha do próprio vice estão delegando a ele. Enquanto no ano passado davam por certo que o ‘enTão’ – ex-presidente da Câmara seria seu vice, agora, em função do novo comando do Legislativo – com seu orçamento de mais de R$10 milhões para este ano – Mauro Fradique passa ser o indicado pelo ‘manda em tudo’ do parlamento, ‘sua santidade Elcinho Vieira…
O que muitos querem saber
Quanto a Câmara de Lorena gastou esta semana com a viagem dos vereadores de oposição à Brasília? Numa semana em que o atrativo da Capital Federal foi a Marcha dos Prefeitos, o que efetivamente poderia render aos interesses da cidade este passeio parlamentar?
Brecha no calendário
Roderley Miotto
Roderley Miotto

De acordo com as redes sociais com predominância em Pinda, uma das únicas discussões interessante para a população da Câmara esta semana foi a aprovação do projeto do vereador Ronaldo Pipas (PR), que institui no sobrecarregado calendário da cidade a Semana Municipal de Conscientização e Prevenção das Doenças Renais.

Como a doença é silenciosa e letal, Pipas esteve em alta nas rodas políticas da cidade.

De malas prontas
Parece que não será surpresa para o mercado político de Pinda, se na ‘janela eleitoral’ – período pré-eleitoral em que é permitido aos detentores de mandatos mudar de partido sem a perda do mandato – o vereador Roderley Miotto migrar do PSDB para o PSD. Segundo os ‘cientistas da praça’, com o efeito Rafael Goffi no ninho tucano, há muito se percebe Miotto ‘sem fôlego’ para viabilizar seu nome para compor uma eventual candidatura majoritária, ainda que de vice…
Prefeitos em Brasília

Marco Bertaiolli e Guilherme Carvalho
Marco Bertaiolli e Guilherme Carvalho

O prefeito de Silveiras, Guilherme Carvalho, aproveitou o clima propício da Capital Federal esta semana, com a Marcha dos Prefeitos a Brasília, para uma agenda pessoal com o federal Marco Bertaiolli.

No encontro, Guilherme reinvindicou ao deputado um caminhão para coleta de lixo e a reforma da ponte principal, que interliga a área urbana ao Bairro dos Macacos.

Dança da chuva’
O prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), que uniu forças com os índios guaranis contra a proposta do Governo Federal em extinguir o sistema de saúde voltado ao atendimento exclusivo da população indígena, se comprometeu, durante encontro na Prefeitura com representantes das aldeias Boa Vista, Renascer e Rio Bonito, em pressionar o Ministério da Saúde em posição contrária a municipalização. Para o Executivo, além de sobrecarregar as redes municipais de saúde de todo o País, a medida federal deverá ser o “primeiro passo” para a extinção do sub-sistema de atendimento feito pela Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena). Enquanto muitos seguem a flecha de Bolsonaro, Sato mostra que a prioridade está mesmo na “aldeia ubatubense”.
Rumo certo

Gilberto Nascimento e Marcio Almeida
Gilberto Nascimento e Marcio Almeida

A semana foi promissora aos projetos do vereador Márcio Almeida com relação a Guaratinguetá.

Cumprindo agenda com o federal Gilberto Nascimento, líder estadual do PSC, Márcio alinhou uma futura aproximação com o partido do deputado e teve a garantia de apoio para continuar contribuindo com as entidades da cidade e região.

Caso de polícia

Pedro da Vila Brito
Pedro da Vila Brito

As manifestações do vereador Pedro da Vila Brito contra o prefeito Fábio Marcondes na tribuna da Câmara de Lorena virou caso de polícia esta semana. Vila Brito deverá responder por ‘denunciação caluniosa’ e por  crime de ameaça.

Pelo que se ouviu nos corredores da municipalidade, Pedro deve ter agido embalado pela sua referência no Legislativo, o colega Elcinho Vieira, que também aposta na certeza da impunidade e agora, vai ter de se explicar ao delegado seccional.

Mensagem cifrada
As três facções da oposição que não tiveram paciência em esperar pelos ‘ovos de outro’ acabaram comendo ‘a galinha’ com pena e tudo…
Em Baixa
Cachoeira Paulista – O prefeito Edson Mota, que se não acordou com o sinal ensurdecedor da indignação popular sobre o futuro da Santa Casa, deve pular da cama agora com o pedido de prisão administrativa que recebeu nesta semana. Ou será que ao invés de pular, ele já correu para baixo da cama, ao notar que a cidade não é tão seu quintal quanto as “edsonetes” acreditavam. Na Câmara, quem ainda não notou que Mota não terá um futuro tranquilo pode ter que lutar por um espaço debaixo da cama do prefeitão…Em Alta
Silveiras – O prefeito Guilherme Carvalho não tem mostrado cansaço quando o assunto é bater nas portas de gabinetes ou alugar os ouvidos de parlamentares em São Paulo ou Brasília. Até porque Carvalho já percebeu que se esperar sentado, vai ver sua cidade, como vários outros pequenos municípios, marginalizada pelo governo. Se não tem o status e os números de uma São José dos Campos, recordista em verbas recebidas, Silveiras conta com um planejamento que deve tirar a cidade do buraco encontrado em janeiro de 2017.
Controvérsia
As ‘reviravoltas’ do primeiro e segundo escalões da administração pública de Guará, que para acertar a Casa, digo, a Prefeitura, buscam fazer um ‘test drive’ com um topógrafo na secretaria de Planejamento para sair da mira do MP…
Contagem Regressiva
Faltam 77 semanas para as eleições, 541 dias, 17 meses, e tem vereador que ainda não mostrou ao eleitorado porque veio. Outros tiveram muito trabalho para se eleger e, uma vez na Câmara, são persuadidos ao voto de cabresto.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>