Bastidores da Política

Política, obras e gestão…

O prefeito Marcus Soliva falou sobre obras, projetos, oposição política e perspectivas para 2019 com Eder Billota e Miltinho no Atos no Rádio pela Máxima FM - Guará
O prefeito Marcus Soliva, Eder Billota e Miltinho no Atos no Rádio

A semana foi movimentada na redação do Atos, com várias personalidades do mundo político e empresarial.

Na quarta-feira, o prefeito Marcus Soliva se mostrou contra o aumento de cadeiras na Câmara de Guaratinguetá e não descartou a possibilidade de mudar de partido ou retornar ao PSL – por onde se elegeu vereador e suplente de deputado.

Disse que oportunamente decidirá sobre o assédio de Doria em cima de seu nome, para compor a reformulação do PSDB.

Subliminar
O prefeito de Canas anunciou ‘orgulhosamente’ na rede social que abrirá licitação para o transporte escolar urbano. A postagem recebeu inúmeras críticas pelas condições dos veículos, com afirmativa que alunos já haviam até caído durante o percurso devido à precariedade da frota improvisada para o serviço. A classe política se divide em opiniões, entre os que não veem necessidade de terceirizar ao atendimento, já que sobram carros na Prefeitura e o trajeto é muito curto (levando em conta o tamanho do município) e os que suspeitam que o ‘benefícios’ é captação de recursos para reta eleitoral. Perguntem ao Valderez!!!

‘Água morna’
Corre na boca pequena de Pinda que a temporada de sessões de Câmara de 2019 teve início esta semana na base da ‘água morna’ com apenas denominação de rua, quer dizer, de ciclovia como pauta ‘produtiva’. O único projeto para votação que poderia marcar a primeira sessão do ano como relevante, foi adiado; tratava-se da menção do Executivo em aprovar a nova regulamentação sobre licença prêmio e faltas abonadas dos servidores municipais (que se arrasta desde o ano passado no efeito peteca). O projeto recebeu ‘nova emenda’ e foi empurrado pra frente.
Revezamento

Renato Cebola
Renato Cebola

Num efeito ‘peteca’, termo conhecido na Câmara de Pinda quando a oposição resolve dificultar as coisas para o Executivo, o projeto que definiria as licenças prêmio e faltas abonadas do funcionalismo público municipal recebeu pela quarta vez uma emenda modificativa.

Desta vez, coube ao vereador oposicionista Renato Cebola (PV) ‘jogar a peteca’ pra frente, enquanto os servidores – sentam e esperam pelo benefício…

Revelação
Em clima de preparação para o Carnaval deste ano, os carnavalescos de Guará foram surpreendidos com a notícia de que agora o vereador Marcelo da Santa Casa pode ser apelidado também de ‘Marcelinho do Beira Rio’ – em alusão à escola de samba do bairro. A declaração do próprio político na imprensa doméstica pegou até os saudosistas do samba de surpresa, pelo fato dele nunca ter sido visto em destaque nos desfiles que sempre movimentaram a Terra do Frei Galvão. Para os politiqueiros do Ponto Chique, a coisa está ‘cheirando’ disputa de território, de público com o Celão da Tamandaré. Perguntem ao Pimpão!!!

Palanque eleitoral
Após os vereadores de Pinda terem saturado praticamente todas as ruas do município com denominações à personagens e autoridades, o vereador Carlos de Moura – o Magrão, encontrou outra alternativa para seguir em seu palanque eleitoral, dar nome às ciclovias. Esta semana já rolou uma na Casa de Leis e disseram que tem parlamentar pensando de denominar até postes. Perguntem ao Dito Bala!!!

Pegou mal…
E por falar em Magrão, ele foi assunto nas redes sociais de Pinda, por ser flagrado estacionando seu carro em cima de uma calçada. De acordo com os críticos, ‘pegou mal’ o vereador, que deveria dar exemplo, cometer este desrespeito aos pedestres, quando o assunto mobilidade urbana e acessibilidade estão sendo discutidos e defendidos em todas esferas da sociedade…

Promessa cumprida
Os moradores do São Roque, de Lorena, assistiram esta semana o início das obras de construção de uma nova praça no bairro. O espaço. que vai receber um designer moderno e vários atrativos de entretenimento e lazer, receberá investimento de R$112 mil provenientes de recursos próprios do município, e cumpre mais uma promessa de campanha do prefeito Fábio Marcondes aos moradores do local.

Desafio aberto
Tem apostas ‘entre a turma da esquina da Praça de Lorena, para comparar qual dos últimos quatro prefeitos investiu mais na cidade com recursos da própria Prefeitura que Fábio Marcondes. Pelo que consta na ‘boca pequena’ e no Portal da Transparência, o ‘canteiro de obras’ – com galeria de águas pluviais, construção de praças, pavimentação de ruas e espaços públicos – em que se tornou a cidade, não deixa dúvidas até entre a ‘velha guarda’ da cidade, que sabe de tudo e mais um pouco dos prefeitos que administraram o município antes do filho do saudoso Carlos Marcondes. Façam suas apostas…

Projeção 2020
Com um série de denúncias conspirando contra a saúde jurídica do prefeito Edson Mota – e consequentemente sua permanência no comando de Cachoeira Paulista, o mercado político projeta o ex-vereador Guilherme Danzi Marcondes (por ter tido a coragem de denunciar) como um dos nomes promissores para candidatura majoritária em 2020. Os mais atrevidos falam até em aliança com Torrada ou Aloísio Vieira. Perguntem ao Professor Danilo!!!

Esta cadeira não…
…te pertence mais Circula pelos corredores da Câmara de Lorena que mais dois vereadores podem ter seus mandatos interrompidos neste primeiro semestre. Pelo aplauso da torcida, parece que um é aquele que sonha em sepultar a cidade inteira e o outro, o homem da bala. Um por determinação da Justiça, o outro, por obra e graça dos próprios ‘companheiros’ de vereança, atendendo denúncia protocolizada na Casa de Leis.
De volta aos trilhos…
Thales Gabriel
Thales Gabriel

Dados do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) revelaram na última semana que Cruzeiro foi a terceira cidade do Vale que teve o melhor saldo na geração de empregos em 2018, registrando 698 contratações a mais do que demissões no ano passado.

Para os ‘cientistas’ da Praça Nove de Julho, o trabalho do prefeito Thales Gabriel (SD) na regularização do parque industrial e no resgate da credibilidade do poder público perante as indústrias da cidade foram fundamentais para que elas tivessem confiança em aumentarem seus investimentos, consequentemente alavancando a geração de empregos.

Para o desespero dos oposicionistas e viúvas políticas do pedaço, os dados do Governo Federal evidenciaram que Cruzeiro deixou de ser o “patinho feio” da região, voltando aos trilhos do desenvolvimento.

“Fantasmas nos ajudem…”
Por falar no levantamento do Caged, mais uma vez Cachoeira Paulista foi o destaque negativo da região na geração de empregos. Sob o comandado do prefeito Edson ‘Nota’ (PR), a cidade teve um saldo desfavorável de -35, ficando na penúltima colocação regional do “Ranking do Emprego” do ano passado. O resultado preocupante causou indignação pelos bancos da Praça Prado Filho. Para esconder sua revolta, teve um morador bem conhecido na cidade que falou que Cachoeira ficou na vice lanterna porque o CAGED não levou em conta as contratações dos “funcionários fantasmas” realizadas pelo prefeito. Perguntem ao ex-vereador Guilherme Marcondes, que afirmou possuir um dossiê das irregularidade de Edson ‘Nota’.

Repercussão positiva

Marietta Bartelega
Marietta Bartelega

O trabalho da vice-prefeita Marietta Bartelega (ainda do MDB) frente ao Fundo Social de Lorena tem rendido elogios entre a classe mais simples do município e comparações no mercado político.

Já se ouviu pelas esquinas da cidade que sua atuação no social se assemelha ao do ex-prefeito Paulo Neme, popularmente reconhecido pelo seu estilo social.

Esta semana Marietta anunciou que o Fundo Social oferecerá mais 464 vagas de cursos de capacitação profissional neste primeiro semestre. Aí, é só multiplicar o número de familiares alcançado por vagas.

Em Baixa

Cachoeira Paulista – O prefeito Edson Mota, que diante de várias denúncias de desmando na área da saúde – contratação de empresas, admissão de cerca de duzentos comissionados que possivelmente nem tenham colocado os pés da Santa Casa, onde hipoteticamente estariam locados, entre outras atitudes administrativas com indícios de desvios de recursos. O que muitos suspeitavam, ganhou consistência com as denúncias explícitas de um ex-secretário e assessor que não concordou em compactuar com os modus operandis de Edson Mota, que até o momento não foi específico em suas justificativas, exceto ‘falácias’ evasivas em lives no Facebook, fazendo apologia a si mesmo.

Em Alta

Lorena – O trabalho para conter a violência na cidade, uma das mais atingidas pela criminalidade na região. Nesta semana, a Prefeitura recebeu uma bela notícia do comando da Polícia Militar. De acordo com os indicadores do ano de 2018 da secretaria de Segurança Pública do Estado, o número de furtos foi o menor desde 2001, com uma queda de 23%. Já os roubos sofreram redução de 32%, menor índice registrado desde 2012, em Lorena. Outros dados positivos são a queda de 28% nos roubos e furtos de veículos, além da queda nas ocorrências relacionadas ao trânsito, com queda em homicídio culposo e lesão por acidente. Números que já dão um sinal do trabalho da PM, Polícia Civil e da Guarda Civil Municipal.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>